quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Exames Pré-Nupciais - by Camila

Getty Images
Você já ouviu falar disso? De exames pré-nupciais?

Se você deseja ter filhos no casamento, nada melhor já saber se está tudo ok com os futuros pais, não é mesmo? Até mesmo para você poder cuidar de sua saúde, pois com a correria de preparativos de casamento, muitos deixam de lado.

Vocês não pretendem ter filhos? Então devem discutir o uso do preservativo para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Essa questão lida com aspectos relacionados à confiança e respeito mútuo do casal e deverá ser discutido por cada casal. Mas é função da médica ginecologista sugerir o uso e alertar sobre os riscos das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).

Quais são os exames que geralmente são solicitados para o casal?
- Exames de sangue: além do básico hemograma completo com nível de colesterol e glicose, os níveis hormonais, DST (hepatite C, sífilis, AIDS, etc) e outras doenças potencialmente perigosas para a gestante (citomegalovírus, toxoplasmose, rubéola), tipagem sanguínea; exames de urina.
É importante também que conversem juntos com o médico para saberem qual o melhor método anticoncepcional para o casal.

E individualmente?
- Para a mulher: o médico pode solicitar uma ultrassonografia para avaliar o útero e ovários, e mamas, e preventivo (colposcopia e etc). Um exame completo com um bom ginecologista.

- Para os homens: espermograma completo e exame de próstata para os "maiores" de 40 anos. Um exame completo com um bom urologista.

Mas a quantidade de exames pode variar de casal para casal dependendo do histórico familiar de cada um.

Há quem busque um aconselhamento genético, que é um acompanhamento pelo geneticista com uma equipe multidisciplinar é importantíssimo para casais principalmente se a mulher tem mais de 35 anos e/ ou se na família há história de familiares que nasceram com síndrome de Down, defeitos de tubo neural, entre outras. Se o casamento é entre primos, se existem familiares com deficiências intelectuais, defeitos congênitos, entre outras situações, o aconselhamento genético pode ser indicado.

Também existem os testes de fertilidade, que devem ser realizados em mulheres com mais de 35 anos, quando há diminuição da fertilidade feminina. Devem também ser realizados naquelas que tenham antecedentes que sabidamente podem levar a infertilidade como – por exemplo – endometriose, doença inflamatória pélvica e problemas de ovulação.

Você fez exames pré-nupciais?
Eu os fiz. Não é obrigatório, claro, mas achamos que era de extrema importância para nossa saúde e dos nossos pimpolhos que poderíamos gerar (vide Jade hoje aqui conosco!).

Compartilhe sua experiência e ajude-nos a ajudar outras pessoas.


Leia mais em: Minha Vida, Planejando meu casamento, M de mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...