quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Montessori na minha vida - by Ariane Osshiro (Mamis convidada)

Bom dia!

Hoje eu trouxe um texto muito interessante, escrito por uma querida amiga, a Ariane. Ela tem um filho lindo, o Pedro, e eu admiro muito o jeito como ela o educa e a preocupação que tem com a formação e o desenvolvimento dele. Esses dias atrás, lendo seu blog, descobri de onde vem sua inspiração: o método Montessori. Então a convidei para compartilhar conosco um pouco da sua experiência e vivência com este método.


Beijos, 


Rolopes


"Um homem nunca fica tão alto como quando se ajoelha para ajudar uma criança".
Pitágoras

Eu acredito nisso e quando se trata da educação do Pedro, meu filho, essa afirmativa torna-se anda mais forte. Eu sempre busquei entendê-lo com suas particularidades e proporcionar condições para seu desenvolvimento de acordo com suas habilidades, interesses e aptidões. Ele sempre gostou de natureza, passeios simples de companhia que aquietasse seu coração e lá fomos nós com nossas histórias, passeios e aventuras incontáveis. O lúdico sempre fez parte de nossas vidas, só que sempre demos um toque de realidade às coisas, brincando sempre com coisas do dia-a-dia. Nesse compasso de viagem fizemos muita conquistas.

Sempre fomos ao mercado como local para grandes descobertas com castelos feitos de pilhas de mantimentos, aromas e sabores dos legumes e frutas e possibilidade de relacionamento interpessoal com as pessoas que ali frequentam e trabalham. Brincávamos na cozinha desde muito cedo e o Pedro passou a descobrir nomes de alimentos, maneiras de processamento e formas de manuseá-los de maneira divertida e simples.Nossos passeios nos renderam grandes amizades, e pareciam expedições em buscas de tesouros perdidos como canto de pássaros e borboletas a voar. Mas isso era totalmente intuitivo, não havia nada de científico nesse trajeto. Até que numa conversa foi citada a teoria montessoriana. Desde que descobri, me apaixonei, de maneira que não posso ficar sem ela.

fotos do arquivo pessoal da Ariane

Eu me envolvi com o método Montessori pela sua maneira de enxergar a criança. De acordo com a autora da teoria, a criança é ímpar e possui sua própria natureza, e precisamos conhecê-la para que a aprendizagem se desenvolva com base na evolução da criança, e não o contrário. Esse respeito ao tempo da criança, a forma de compreender e acolher os pequeninos é que conquistou. Com base nesse conceito e em muitos outros dessa linha de pensamento, me tornei uma mãe montessoriana” e fiz transformações em toda minha casa e porque não dizer, em toda minha vida. Eu tomei as atitudes de mudança ao conhecer as áreas de conhecimento montessorianas.

O quadro abaixo é uma adaptação do texto de Nádia Mota Monteiro, com exemplos de contextualizar em casa.


A criança deve ter acesso livre a todos os objetos da vida cotidiana, isso desenvolverá autonomia e confiança e trará muita alegria como benefício para pais e filhos.

Coloco aqui flashs de alguns espaços que temos transformado em nossa casa para proporcionar essa autonomia.

Uso da escada em vários ambientes (no caso banheiro) para possibilitar higiene pessoal. Aprendizado de vida prática.

                                                                 fotos do arquivo pessoal da Ariane

Cantinho da leitura, na sala. Estímulo a linguagem.


                                                             fotos do arquivo pessoal da Ariane

Cantinho das artes. Estimulando sentidos. Atividade sensorial. Com "Obras de arte na parede", ao alcance do "artista".

fotos do arquivo pessoal da Ariane

Espelho, peça chave do cantinho da auto-estima. Ajuda a criança se reconhecer como ser único.

fotos do arquivo pessoal da Ariane

Essas pequenas mudanças trouxeram grande autonomia ao Pedro. Que reconhece seu espaço e gosta tanto que por vezes tem nem necessidade de sair de casa. Quando isso acontece, ele em sua doce inocência infantil parece citar Fernando Pessoa, que escreveu:

"Dizem que há mundos lá fora
 que nem em sonhos eu vi.
 Mas que importa todo o mundo
 se meu mundo todo é aqui?"

Para terminar, convido todos a conhecerem mais desse mundo de conhecimento que é a filosofia/teoria Montessori na comunidade do Facebook "Montessori para Mamães" (para conhecer clique aqui). O grupo é bastante produtivo, e não falta troca de informações, dicas e incentivo para atividades super legais. Eu recomendo!

Beijos,

Ari
www.apenasmamae.com.br

Um comentário:

  1. Amei o texto, sem querer e sem saber me enquador nela perfeitamente....faço com as minhas filhas varias coisas citadas...muito, muito bacana mesmo, obrigada.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...