sábado, 3 de novembro de 2012

Curso Fertility Friend - Fazendo seu gráfico de fertilidade - lições 15 e 16 - by Camila

Vamos dar continuidade à tradução e resumo do curso online grátis do Fertility Friend. São 20 lições e vou postar duas a cada dia. Falta pouco!! Os próximos posts estão programados para 4 e 7 de novembro de 2012.
Lições já postadas:
Lição 1 - A janela fértil / Lição 2 - O essencial
Lição 3 - As fases do ciclo / Lição 4 - Seus hormônios 

Lição 5 - Tudo sobre o muco cervical / Lição 6 - Como observar o muco cervical
Lição 7 - Tudo sobre temperatura basal / Lição 8 - Como medir a temperatura basal
Lição 9 - Posição do Colo / Lição 10 - Aparelhos e testes de fertilidade
Lição 11 - Sinais Opcionais / Lição 12 - Tudo sobre ovulação 
Lição 13 - Interpretando seu gráfico / Lição 14 - Padrões nos gráficos

 
Lição 15 - Variações do gráfico

Em muitos casos, um ou mais elementos de um padrão de ovulação normal (ideal) não estarão presentes, ou estarão presentes numa variação diferente, ou os sinais não serão perfeitamente correlacionáveis. Seu período fértil e seu dia de ovulação podem ser determinados por uma análise cuidadosa – mesmo sob condições não-ideais.

O padrão pode estar mascarado devido a condições não ideais de coleta dos dados, problemas de fabricação dos aparelhos e mesmo por não seguir as instruções de uso. Temperaturas tomadas em horários diferentes ou sem descanso suficiente podem alterar o padrão, assim como a interpretação do muco e do colo são subjetivas. Estresse, cansaço, viagem e doença impactarão em seu gráfico.

Adicionalmente, seu padrão de fertilidade é único e pode não ser comparado ao ideal. Este é o elemento humano do gráfico de fertilidade. A menos que você não esteja seguindo as diretrizes básicas de fazer os gráficos, isto é quase inevitável. À medida que você ganha experiência, seu gráfico será mais confiável. Felizmente, geralmente você pode identificar seu padrão fértil mesmo nos seus gráficos menos ideais. Você pode ainda identificar seu período fértil e identificar sua ovulação com uma variante do ideal de ovulação.

Abaixo alguns desvios que seu gráfico pode apresentar, não sendo ideal, mas ainda mostrando a ovulação:
- Subida lenta ou em etapas ou serrilhado ou com queda logo após a subida (Fallback Rise);
- Altas temperaturas ou temperaturas erráticas durante a menstruação;
- Queda anterior à subida / Queda de ovulação;
- Múltiplos mucos cervicais no mesmo dia;
- Múltiplas leituras de positivo nos testes de ovulação alguns dias antes da ovulação;
- Sem a presença de muco clara de ovo antes da subida da temperatura;
- Microscópio, testes de ovulação e monitores de fertilidade não se correspondem;
- Muco fértil após a ovulação;
- Posição do colo e muco não correspondem à subida da temperatura;
- A elevação da temperatura pode ser ambígua.

(Explicações mais detalhadas os desvios acima estão na lição original, em inglês)

Um gráfico ambíguo pode ser frustrante, especialmente quando se deseja engravidar. Você quer saber exatamente quando a ovulação aconteceu e deseja saber quando pode fazer um teste de gravidez confiável. Tenha em mente, no entanto, que ter um gráfico bonito e perfeito não é o mais importante! Ter um gráfico claro é ótimo, mas o que importa é que você está tentando maximizar suas chances de concepção considerando-se fértil quando observar seus sinais de fertilidade ou quando a ovulação ainda não foi detectada. Mantenha o ritmo!! =)


Lição 16 - Variações do gráfico - Ilustrações

Para ilustrar a lição anterior, esta lição traz alguns gráficos para que você visualize a variedade de padrões existentes.



O gráfico ao lado mostra o caso de subida lenta da temperatura basal após a ovulação, que ocorreu no 13dc. Outros sinais ajudaram a determinar o dia da ovulação.




Neste gráfico, vê-se o padrão de subida lenta com ovulação detectada no 18dc. A exatidão da ovulação não é clara devido a essa subida, então pode ser que a ovulação tenha ocorrido no 19dc. Apesar das temperaturas não alcançarem a manutenção do patamar de altas temperaturas até o 21dc, a ovulação pode ser detectada pela correlação com os kits de ovulação no 18dc. As relações foram "bem programadas" durante a fase fértil e um primeiro teste positivo de gravidez foi possível no 11dpo.

Aqui você também observa o padrão de subida lenta e de temperaturas erráticas com ovulação detectada no 17dc. Apesar das temperaturas não alcançarem a manutenção do patamar de altas temperaturas após o 19dc, a ovulação pode ser detectada pela correlação com os kits de ovulação e dados de muco no 17dc. As relações ocorreram na fase fértil e um primeiro teste positivo de gravidez foi possível no 11dpo.


Já neste gráfico, observa-se a ovulação no 18dc, confirmada pelo teste de ovulação e pela elevação da temperatura seguida de uma queda após a ovulação (fallback rise). A fase lútea foi de 13 dias.



Este gráfico também mostra a queda após a ovulação (padrão fallback rise), detectada no 20dc. No entanto também é possível que a ovulação tenha ocorrido no 22dc com um temperatura alta por acaso no 21dc. De qualquer modo, as relações foram oportunas e o teste de gravidez positivo foi registrado no 14dpo.

Aqui você observa o padrão de temperaturas erráticas. Algumas das temperaturas iniciais ficaram altas devido ao Clomid entre o 3 e 7dc, que pode ter camuflado um padrão bifásico normal. O Clomid pode elevar as temperaturas nos dias que ele é ingerido. Ainda assim, a ovulação pode ser detectada claramente quando as temperaturas se elevam e os testes de ovulação positivam entre o 14 e 15 dc. Um teste de gravidez positivo é registrado no 12dpo.

Neste gráfico também se observa o padrão de temperaturas erráticas e sem a leitura dos testes de ovulação não seria possível determinar quando a ovulação ocorreu. Sem os dados dos testes, a interpretação seria a de que a ovulação aconteceu no 16dc. No entanto, os testes e dados sobre o muco indicam que a data da ovulação está mais para o 14dc com fase lútea de 13 dias.


E neste gráfico, você pode observar o padão de elevação ambígua. Sem os dados adicionais de muco, teste de ovulação e monitor de fertilidade, seria impossível determinar quando a ovulação aconteceu. É possível que ela tenha ocorrido entre o 20 e o 22 dc.


E finalmente, neste gráfico a ovulação pode ter acontecido em qualquer dia entre o 13 e o 17 dc. Apesar de ser difícil determinar quando a ovulação aconteceu, é possível ver que ela aconteceu devido à visualização do padrão bifásico.




Se você deseja ver outros gráficos e outros padrões, acesse a Galeria do Fertility Friend, lá você poderá fazer buscar por palavras-chave, em inglês.

E ainda, se deseja saber se aprendeu a detectar a ovulação, que tal brincar no jogo de interpretação do Fertility Friend, em inglês, e ainda colocar seu nome no Hall da Fama?


Até as próximas lições, dia 04/11/12.


Tradução livre do original: Fertility Friend - Lesson 15Fertility Friend - Lesson 16.
Para se inscrever no curso em inglês original, acesse http://www.fertilitfriend.com/ffo/signup.php.

Todos os gráficos foram retirados do site fertilityfriend.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...