sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Bolsa do Lucas - By Thay

Olá meninas...

A primeira vez em que fui sair com o Lucas eu me peguei pensando: o que devo colocar aí dentro?

Como eu tive a maior dúvida, resolvi dizer o que eu costumo carregar para ajudar as mamães nas primeiras saídas com os bebês.

www.paoladavinci.com.br
Eu escolhi a bolsa da Paola da Vinci (claro que não a de cor rosa!!!) na cor Kaki (é um bege). Na foto ao lado tem, no fundo, a mala de viagem, a esquerda a mala de maternidade e, a direita, a bolsa. Ela é super espaçosa, tem um bolso externo para toda a parte de higiene (já vem um trocador) e, os bolsos das laterais, esses onde está presa a alça grande, tem revestimento térmico. Como eu já disse aqui, eu não utilizo mamadeira quente para o Lucas, porém, no momento em que ele começar a tomar água e suquinho, acho a parte térmica importante para não correr o risco de ele tomar água morna.

Sou apaixonada pela loja Paola da Vinci e, sempre que possível, compro algumas coisinhas para o Lucas. O que mais me encanta na loja é a forma com que eles apresentam as roupas de bebê parecidas com as de adulto. Assim, vocês vão me ver falando muito desta loja.

Fraldas - sempre levo umas 6 fraldas na bolsa (coloco em um dos bolsos externos juntamente com o trocador). Como contei no comecinho deste post, na primeira saída (que foi para o pediatra) eu olhava para a bolsa e não tinha idéia de se eu tinha colocado tudo o que era preciso. E eu acabei esquecendo do principal: as fraldas. Como não poderia ser diferente, o Lucas fez xixi no pediatra e eu passei a maior vergonha quando disse que não tinha fraldas na bolsa e precisei pegar uma do consultório (abafa o caso). Desta forma, já deixo em torno de 6 para não ter erro.

Pomada - levo sempre um tubinho pequeno da pomada A+D, lembrando que em toda troca é importante repassar a pomada.

Lenço Umedecido - dispensa qualquer explicação né :)

Saquinhos para fraldas - entre nós, as fraldas de xixi não têm cheiro, mas as de cocô....uiiiiii. Dependendo de onde estamos, ficamos sem saber onde colocar a fraldinha suja que vai exalar um odor nada agradável. Assim, mantenho na bolsa uma caixinha de saquinhos para fraldas da Chicco que promete não deixar exalar o odor. Eu comprei na própria loja da Chicco e nunca vi em loja comum.

Fraldinha de boca - levo umas 4 pois morro de medo do Lucas regurgitar e ficar com elas sujas.

Fraldinha de ombro - além das fraldinhas de boca, eu tenho umas fraldinhas de tamanho normal para colocar no obro, colocar no rostinho dele ou, até mesmo, forrar um local para colocá-lo. Dessas fraldinhas eu normalmente levo 2.

Babador - também levo uns 2.

Mantinha - sempre tenho uma mantinha de tricot branca na bolsa. A cor branca é boa porque combina com qualquer roupinha que ele esteja. Sempre útil para jogar nas perninhas dele no carro em virtude do ar condicionado, se tiver frio, para sair do carro, proteger de vento ou uma garoazinha.

Roupas - com bebê não tem como a gente pensar que vai só alí e já volta e não precisa levar nenhuma troca. Eu sempre coloco uma calça extra, 2 bodies, 2 camisetas e um agasalho (se for uma saidinha rápida). Caso o passeio seja mais longo, eu coloco mais roupas pois o Lucas é guloso e direto mama demais e acaba regurgitando um pouco. Desta forma, é muito importante ter mais roupinhas a mão.

Chupeta - Lucas, como só pega a chupeta para dormir e, como ele dorme no carro, muitas vezes ele vai com uma chupeta na boca e eu levo mais uma na bolsa.

Dispenser de leite em pó - Lucas toma o leite Enfamil que não é tão simples de achar. Imaginem o meu medo de sair, acontecer de eu não voltar tão rápido como eu previa e ele ficar com fome! Assim, a mamadeira dele já vai com uma dose de leite e no dispenser vão mais 3 doses.

Mamadeira - estamos utilizando toda a linha da Nuk (mamadeiras e chupetas). Como ele toma no máximo 120ml por mamada, eu levo a mamadeira pequena, a de 150ml.

Água - uma garrafinha de água mineral para o preparo do leite.

Medicamentos - Lucas ainda é muito pequeno e facilmente reclama de gazes, dorzinha.... Desta forma, para não passar qualquer apuro na rua, levo sempre o Mylicon (para gazes) e Tylenol Bebe (para febre). São remédios simples de encontrar, mas no momento da dor não é legal ter que correr até uma farmácia e comprar. Para ajudar, também levo um termômetro.

Certidão de Nascimento - fiz uma cópia reduzida e, como ele não tem RG ainda, ando com essa cópia  de documento dele. Nunca se sabe quando será preciso!

Carteirinha de vacinação - nunca se sabe o que pode acontecer na rua, e, para um bebê, acho importantíssimo saber que vacinas foram dadas.

Agora o segredinho!!! Eu levo na mala dele um pacote de bolacha para mim. Vai que algum dia a gente pega algum transito, sei lá.... Sempre é bom estarmos prevenidas, não é mesmo?

Nossa amiga Anne, já havia contado as aventuras dela com a bolsa neste post, e, cheguei a conclusão, que temos o mesmo pensamento para bolsa. Não quero que falte nada para o meu bebê (se eu pudesse levava o quarto dele junto). Como o Lucas ainda é muito pequeno, não levamos brinquedinhos pois os dele ainda são aqueles que ficam pendurados no carrinho e, também, não precisamos (ainda) levar comidinha.

Espero que tenham gostado das dicas!!


Xoxo
Thay


(Este post não recebeu sugestão de pauta e tampouco é publicidade paga).

 
P.S.: Tá sabendo da nossa promoção em parceria com o Cinematerna? Estamos sorteando um par de ingressos para uma sessão de cinema. Acesse aqui e leia as regras para participar. Boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...