quinta-feira, 14 de junho de 2012

Um dia de Praia - by Josilda

Há um tempo atrás, tiramos pra fazer uma viagem com a família a praia, fomos para Ilha de Vera Cruz e passeamos por varia praias. É um nosso lugar predileto, as crianças amam.

E sempre um bom momento para refletir e ver o quanto Deus tem nos dado e abençoado. Aquela agua maravilhosas refletindo o azul do céu e meus filhos correndo na areia , ou fazendo castelos (que Victor insistia em derrubar às gargalhadas rsrsrsr). Aissa treinando “NADAÇÃO”, ou procurando tesouros (o carro veio cheio de pedras e conchas rsrsr).

Tem a Praia de Salinas das Margaridas, sempre vamos lá, é uma cidade simples, muito bem administrada e tem uma praia sem ondas, lá as crianças brincam tranquilamente, tem chuveiros de agua doce, muito organizado, só é um pouco distante do ferry, mas vale a pena visitar . Então a maré quando começa a subir vai enchendo a praia como um U , a primeira parte do U a agua esta fria e na segunda parte(após um banco de areia) a agua é quente, Aissa descobriu isso e não quis mais sair de lá rssrsr.
Fomos à praia de Ponta de Areia( que Aissa as vezes chamava de Caixa de Areia), que lugar maravilhoso e lindo, a agua lá é uma delicia, nem da vontade de sair rsrsr. Então houve um momento que achei tão magico, as crianças resolveram passar protetor no pai, e ali eu observava e achava lindo, era creme em tudo quanto era canto, Beck ficou com quase todo branco. Foi tão lindo ver aquelas pequenas mãos trabalhando. Vi também meu marido muito feliz brincando com os dois e depois ele me disse que quando criança queria muito ter tido um momento desses com o pai. Às vezes corremos tanto para dar tudo de bom e de qualidade para nossos filhos e esquecemos que “o melhor que podemos dar aos nossos filhos somos nós mesmos”, cada minuto bem aproveitado ao lado deles não tem preço. Tenho visto casos de filhos que matam pais e fico a imaginar, talvez esses pais tivessem lutado tanto para garantir um bom futuro para os filhos e esqueceram-se de incluir a si mesmo neste plano.

Sei que como eu, muitas mães precisam trabalhar, eu até tive sorte porque minha mãe nunca trabalhou, mas a realidade hoje e outra, nós não podemos esquecer de nos incluir na vida de nossos filhos, não como provedores de bens, mas como provedores de amor e orientação, mesmo que seja por meia hora ao dia, ou no fim de semana. Eles ficam aguardando tanto este momento e para eles é sempre um momento mágico.

Foram dias maravilhosos que passamos, várias praias visitadas, varias brincadeiras, sei que na mente de Víctor e Aissa essas imagens serão lembranças magicas, porque eu até hoje sonho com momentos mágicos de minha infância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...