quinta-feira, 1 de março de 2012

Febre Emocional existe? - By Anne

Olá queridos leitores, hoje venho falar de um assunto um tanto quanto polêmico, a febre emocional. Mas antes de falarmos da dita cuja, vamos relembrar o que é febre, como surge e porque surge.

A febre é um sinal tão comum que a maioria de nós nunca parou para pensar no seu real significado.
 

A febre é a elevação da temperatura do corpo acima do normal, acompanhado de aceleração do pulso e mal-estar geral. Tem diversas causas, como a infecção por microorganismos, estresse fisiológico, lesões do sistema nervoso central e processos não-infecciosos. A febre não é doença, mas uma reação orgânica a ela, que tanto pode ser provocada por vírus, bactéria, substância tóxica ou por uma síndrome emocional. Trata-se, portanto, de um “sinal de alerta”, que indica algum problema no organismo.


Principais sintomas:
-falta de apetite
-irritabilidade
-sensibilidade à luz
-vômito
-olhos avermelhados
-diarreia
-alterações na urina

Devido à excessiva transpiração do corpo, é preciso comer muitas frutas e beber bastante água fresca, para repor as perdas de líquido, principalmente no caso das crianças. Deve-se repousar, tomar banhos mornos e evitar roupas pesadas.

Bom, lembra a última hipótese que pode provocar febre lá acima?!, Pois bem, síndrome emocional, o que será síndrome emocional, vamos lá.

Existe alguns médicos que acreditam piamente que febre por razão emocional não existe, em contrapartida muitos médico acreditam que ela pode sim existir, senão vejamos:

Pesquisando sobre o assunto, pude perceber que os médicos que defendem a tese de que pode sim existir febre emocional, a chamam de psicogênica, isso mesmo, febre psicogênica.

Essa febre pode existir quando existe alguma contrariedade na vida da criança, é mais comum até os 36 meses de vida, afinal de contas nossos pequenos estão se adaptando a vida, as conquistas, as derrotas, tudo ainda é muito novo.


Febre emocional é um desses problemas que acontecem apenas na mente mas o corpo procura reagir da sua forma, causando a febre. Na maioria das vezes é causada por stress ou algum problema familiar, deixando o corpo tenso e as taxas de glóbulos alteradas, trazendo assim a febre.

Eu resolvi falar pesquisar sobre este tema quando um filho de uma grande amiga, o pequeno Raul teve um quadro que se encaixava perfeitamente nesse diagnóstico. "- Naquele dia acordamos, tudo estava bem, Raphaela e eu tomando café da manhã, Raul super agitado pela casa aguardando Gabriel despertar, foi quando Raul começou a ficar quente de um minuto para outro, apareceram manchas por todo o corpo, e o lábio começou a mudar de coloração gradativamente, de rosinha passou para vermelho e em instantes passou a roxo, desesperei, juntamos o que estava a mão e corremos para o Pronto Atendimento, lá chegando foram feitos exames de urina, raio x, sangue e pasmem, nada foi detectado, e o pequeno Raul foi liberado do PA ainda com febre".

Digam, não é de deixar qualquer mãe de cabelo em pé? Raul essa semana passa por 2 pediatras para investigar o que pode ter acontecido, espero que se confirme apenas a tal febre emocional causada por contrariedade mesmo (Início da escolinha, mudanças de horários), haja vista ser possível para alguns médicos da mesma acontecer.

Tentei pesquisar mais sobre o tema, no entanto encontrei muita dificuldade em achar artigos, o máximo que consegui foram frases jogadas, uma pena, já que nem é tão raro de acontecer com nosso pequenos.

E você, já suscitou a possibilidade de algum dia ter se deparado com febre emocional em sua vida? Conte-nos sua experiência.

Grande beijo, até breve.

Fonte:
http://www.saudesaude.com.br/doencas/febre.htm
http://www.legaldaweb.com/febre-emocional/

24 comentários:

  1. Olá, meu filho do meio já teve esse tipo de febre, no primeiro dia de aula de uma escolinha que não tinha adaptação, ele tinha 30 meses, e quando chegou ardia em febre sem motivo, no outro dia acordou bom. Mas fiquei bem impressionada.
    bjks

    ResponderExcluir
  2. Eu tinha qdo pequena, todo evento na escola ficava com febre antes. A Maria Clara tbm tem principalmente qdo o pai viaja.

    ResponderExcluir
  3. FH toda vez que o pai viajava pro mestrado no primeiro ano de vida tinha febre. Eu sofri hehehe
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  4. pois é muito polemico o assunto mesmo, eu ja vi mesmo muitos medicos falarem que não existe! Nunca passei por uma situação assim, então é dificil opinar!!!beijoooss

    ResponderExcluir
  5. Oi gente.
    Tenho 26 anos, e tenho febre emocional desde pequena.
    Já nem me importo tanto com ela, é só ficar com muito trabalho, com problemas com relacionamentos ou ansiosa que lá vem ela...

    ResponderExcluir
  6. Olá, estou passando por uma fase dessas com a minha pequena Sofia de 1 ano e 5 meses, ela está na escola a aproximadamente 4 meses e a alguns dias ela tem tido febre sempre no mesmo horário, e em seguida passa, no horário que me despeço dela pela manhã e antes de busca lá, levo ao medico e sempre tenho a resposta que é resfriado, eu já não sei o que pensar.....

    ResponderExcluir
  7. Ela está na fase dos dentes ainda? Será que pode ser isso tb? Bj e melhoras para a pequena Sofia! =)

    ResponderExcluir
  8. Fiz uma viagem de 7 dias p Miami e meu filho estava com o pai, avos e tias dando todao carinho e atencao. Na epoca ele estava co 1 ano e 6meses. Ele teve um febre de 3 dias do nada. Meu marido levou ele ao medico onde o mesmo assumiu em se tratatar de uma febre emocional, pois nao havia resfriado ou gripe. Ninguem me avisou p nao me preocupar, mas eu sentia algo errado dentro de mim...uma saudade doida. Agora , um ano depois, aparece a mesma viagem e meu marido nao me apoia pois acha que ele sentira mais ainda minha falta por perguntar mais por mim e entender mais. a viagem é de 5 dias e meu filho ainda nao esta na escola o q dificulta passar o tempo mais lentamente com poucas distracoes mesmo com a dedicacao da familia. minhas amigas me condenam e acham um exagero meu...mas o q importa é meu filho.Nao quero que se sinta abandonado por mim. apesar de termos baba, avos e tias presentes, nós somos apegados um com o outro. ja me disseram q estou fazendo mal a ele estimulando um dependencia...mas meu filho so tem 2 anos e meio. o wue acham????

    ResponderExcluir
  9. será que isso é comum só até os 36 meses de idade? Pq hj tenho 17 anos e continuo tendo muitas febres desse tipo. Quando eu era criança tinha esse tipo de febre sempre e só abaixava quando o meu pai chegava da casa da minha madrasta. Depois da separação dos meus pais o número de vezes que eu tinha febre só ia aumentando. Hj tenho 17 anos e continuo tendo essas febres só que agora fico sem fome e a minha temperatura chega até 40 graus!

    ResponderExcluir
  10. Minha filha foi para escola aos 8 meses e tinha febre com frequência. Ficava desesperada porque levava ao medico, PS e não dava em nada os exames. Tirei da escola e a febre sumiu. Ficou 1 ano sem ter febre, nem quando resfriava. Agora tem 2 dias que voltou pra escola e pasmem... teve febre esta noite!

    ResponderExcluir
  11. Minha filha tem febre mais, fica pulando brincando normalmente, so perde o apetite e fica muito quente...

    ResponderExcluir
  12. Meu caso é: sou casada a 9 anos, tenho três filhas e sempre ficamos juntos, atualmente meu marido teve uma proposta de emprego em outra cidade, então tomamos a decisão de mudar no mês das férias para não atrapalhar as meninas, mas pude reparar que casula de 1 ano e seis meses, começou a ter febre ela começa a chamar papai e esquenta. Obs: a muito tempo ela não tenha febre.

    ResponderExcluir
  13. Está acontecendo muitas mudanças em minha vida: escola, curso, fim de namoro, família longe. Creio que isso afetou meu emocional, e acarretou a febre, com cala frios, dores no corpo.

    ResponderExcluir
  14. Olá tenho 40 anos e tenho febre emocional sinto quando estou muito anciosa por exemplo quando me casei, quando meu filho nasceu em momentos de aflições e meu filho também tem essa febre psicogênica.nao sei se transmiti para ele na gestação. Procuro respostas e soluções para esse problema. Ana Ferreira

    ResponderExcluir
  15. Olá, estou passando por esses probleminhas ai,meu filho tem 8 meses, e tem mais ou menos uns 2 a 3 dias que ele esta com febre alta de 39,2.Levei em 3 pediatras fizeram exames de sangue urina e raio X nele e não detectaram nada.A febre não abaixou por nada,não moro com o pai dele apenas namoramos,e é incrivel como ele é apegado a ele.Ficamos juntos o final de semana todo,foi a conta deu ir embora pra casa ele começou a dar febre sem explicaçao,pedi que o pai dele viesse busca-lo para ver o que estava acontecendo,e por incrivel que pareça ele melhorou sem remedio sem nada,foi só o pai dele chegar.Então,eu acredito sim por experiência propia que exista a febre emocional.

    ResponderExcluir
  16. Oi, eu sou o Rafael e estou sentindo febre. Só que isso começou acontecer depois do fim do meu relacionamento. Sinto calafrios e a febre muito forte e não sei que faço.

    ResponderExcluir
  17. Kuniko Matsuoka Santos7 de fevereiro de 2014 12:03

    Olá , interessante o artigo .
    Ontem 7/2/2014 , tive um dia super estressante e apesar dos meus 26 aninhos ... meu organizmo não pensou duas vezes e me atacou com uma febre e um mal estar horrível . Em pleno verão de SP eu dormindo coberta .
    Mas hj pareço estar melhor . Espero ter sido pasaagerio .
    KUNIKO MATSUOKA

    ResponderExcluir
  18. Oi ...
    Meu filho tem 3 anos, etá frequentando a escola, fez 3 dias de adaptação, mas a partir do momento q começou a ficar integral, a febre sem causa começou a aparecer... a professora disse q isso é normal, ele sai de casa bem e qdo chega na porta da escola, começa a ter febre, vai prá casa e passa....

    ResponderExcluir
  19. Oi meu nome é Juliana


    Esta semana levei minha filha na escola e as 11:30h me ligaram que ela estava com febre , corri para pegar chegando em casa perguntei porque ela esta assim. Ela me respondeu que o titio tinha rindo dela. Só o fato dela imaginar que estava sendo motivo de chacota bem com que o organismo dela produzisse a febre.

    ResponderExcluir
  20. Oi minha filha tem 1 ano e 1 mês começou na escolinha na segunda e tem tido febre tds os dias no mesmo horário, já passou pelo pediatra e não tem nada, acredito que seja mesmo pelo emocional!!! mEU CORAÇÃO FICA PARTIDO MAS SEI QUE LOGO LOGO ELA SE ACOSTUMA!!!

    ResponderExcluir
  21. Quanta experiências bacanas compartilhada. Obrigada por nos deixar fazer parte da vida se vocês! Acalmem-se isso é passageiro e no final tudo da certo, acreditem! Grande beijo

    ResponderExcluir
  22. meu filho tem 2 snos e ele e muito apegado ao pai, ja tem 2 semanas q pai dele viajou a trabalho e 3 dias depois ele começou a ficar com febre, levei ao medico fez exames e nada. O pai dele ainda nao voltou pois e um mes de viajem e o meu filho ainda tem febre, nao e muito alta mas o suficiente para deixa-lo molinho. Sera q e emocional mesmo.

    ResponderExcluir
  23. olá tenho 19 anos, tenho febres emocionais, isso descobri há 2 meses atrás, tinha febre todos os dias com horários semelhantes, o médico fez o pedido de uma "bateria de exames"... resultado tudo está em perfeita ordem nenhuma alteração, fiquei muito feliz ao mesmo tempo preocupada ter febre não é das melhores sensações, o stress e o nervosismo causa divertas alteração no corpo e no meu caso a febre seria o sintoma !

    ResponderExcluir
  24. Olá sou a Claudineia tenho dois filhos um de 4 anos e um de 7 meses, eu e meu esposo chegamos a conclusão que nosso filho está tendo febre emocional por conta do ciúmes que ele vem sentindo do irmão. Ele trata o irmão muito bem é carinhoso, mas o bb agora começou a fazer gracinhas e de uma hora pra outra ele começou a ter febre, fomos ao médico e ele simplesmente não tem nada, detalhe foi só começarmos a dar atenção pq ele estava com febre que a mesma sumiu de uma hora pra outra. Então acho que é necessário que comece a ter mais estudos sobre isso para que os mesmos nos ajude.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...