quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Cuidado com o que você bloga - by Camila

Olá leitoras e leitores!!

Resolvi adiar o post de que tinha feito para hoje e deixa-lo semana que vem (da "série dicas de fertilidade") para conversarmos sobre o que você, eu e outras mamães blogam por ai.

Vocês devem ter acompanhado o caso da "super mãe" ou "mega mãe" de quadrigêmeos que foi descoberta como sendo uma farsa. Como a imprensa não estranhou uma barriga que mais parece uma bola, super alta e redonda, com "parto" previsto para o dia 20/01, de 38 semanas. Ela seria "A" guerreira por conseguir levar uma gestação de 4 bebês até 38 semanas, não é mesmo? E como ninguém desconfiou, já que ela não deixou que nenhum repórter tirasse foto do barrigão (que mãe não quer mostrar?) ou que sentisse os bebês pulando? Como alguém de 37 semanas, não tinha seio nenhum, e ainda andava serelepe, sem inchaço? Fora que o marido é vasectomizado...

Mas paro por aqui, e vamos ao que eu quero alertar vocês:

Semana passada (dia 17) a blogueira Ana Paula colocou em seu bloguinho seu desabafo após ter descoberto que teve seu ultrassom "roubado", sem comunicação, pela tal supermãe.

Daí eu pergunto: onde você divulga/publica/expõe as fotos de seus filhos?

Esse é o "x" da questão. Tem gente que "gosta" de viver a vida dos outros, de chamar atenção para si, se isso é sadio ou não, que a avaliação fique por conta dos psicólogos e psiquiatras que têm licença para checar isso. Mas o caso é: suas fotos e informações podem estar sendo usadas por outras mulheres, que se utilizam delas para conseguir algo para si, mesmo que os 15 minutos de fama.

A gente bloga na melhor as intenções, mas sabemos que não estamos vivendo no mundo das maravilhas, não é mesmo? Se você quiser divulgar suas fotinhas para seus familiares, que tal se você o fizesse de modo privado? Quer algumas dicas?

- No blogger você pode reservar a leitura do seu bloguinho apenas para os usuários que tenham permissão. Você manda email para os convidados e eles só terão acesso através daquele link e se estiverem logados de forma correta. Mas atenção: o limite é para até 100 leitores.

- No facebook e orkut você pode (e deve) configurar para somente um determinado grupo ver suas informações. Para isso crie grupos de amigos, nivele-os. Você pode usar os que já existem, como conhecidos, amigos e melhores amigos, ou criar listas. Eu mesma criei uma lista e somente aquelas pessoas podem ver certas fotos. Privatize sua vida.

- No twitter: não sei se tem como privatizar fotos... mas só coloque foto ali que você queira realmente mostrar. Mas também evite divulgar onde você esteve, com quem você esteve, usando, por exemplo, aquele FourSquare de forma aberta. Esse tipo de informação você alimenta o que chamamos de "Engenharia Social" e com isso pessoas mal intencionadas podem fazer uso de informações sigilosas a seu respeito e usar contra você ou sua família.

http://gcmcarlinhossilva.blogspot.com/
Mas se mesmo assim, você quiser continuar colocando fotos de seu filhote na internet, faça um logotipo ou uma assinatura bem lindona e cole em vários lugares da foto, assim você ao menos vai dar trabalho para a pessoa mal intencionada. Isso não vai te proteger 100%, mas vai desistimular, não é mesmo?

Só peço que pensem e reflitam sobre isso. Este não é o primeiro caso e não será o último. No efamily mesmo a gente sempre era bombardeada de fakes e isso migrou para twitter. Fique de olho! ;-)

Beijos e fiquem com Deus!

Fontes: Tribuna Hoje, R7, Blog do GCM Carlinhos - Segurança das crianças, TV Terra, Correio 24h

2 comentários:

  1. Já faz algum tempo que venho colocando nomes nas fotos que posto, para evitar que as pessoas copiem e colem sem a minha autorização, sei que dá pra tirar, mais já dificulta né?Bjks

    ResponderExcluir
  2. Adoreiiiiiiiiii seu post! Eu já ando bem cabreira em postar fotos do Biel no face, inclusive vou checar se minhas ferramentas estão habilitadas. Dicas ótimas!!!!!!!!! Beijos KKzinha

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...