quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Avaliando viagens - Natal (RN) - voo - by Camila

Olá meninas (e meninos, por que não?!)!!
Voltei de viagem essa semana e estarei trazendo um monte de avaliações sobre a cidade de Natal que viajei levando a Jade para acompanhar o maridão a trabalho.
No post de hoje vou avaliar rapidamente a viagem de avião. Nos próximos posts vou avaliar o hotel que ficamos (senta, que lá vem história!), as locadoras de automóveis, os restaurantes e os pontos turísticos que visitamos. Tomara que vocês gostem!!


Viajando de avião - Rio de Janeiro GIG - Natal NAT

http://www.blogdacomunicacao.com.br/
Nós não escolhemos a companhia aérea para viajar. Explico: meu marido estava indo para Natal a trabalho, então nesses casos sempre aguardamos a empresa dele comprar as passagens (sempre pedindo o voo direto, sem escalas) para poder então emitir as nossas. Sempre que posso utilizo minhas milhas do cartão de crédito, o que me dá certa liberdade de poder "escolher" a companhia aérea que posso voar. Assim, voamos de GOL, direto, na ida fomos na hora do almoço e no retorno voltamos por volta das 14:00h.

A ida foi tranquila, apesar de terem vendido as poltronas preferenciais para pessoas sem bebês, cadeirantes ou gestantes. Imagina eu, com a coluna operada, e uma bebezona inquieta, na 8ª fileira. Poderia ser pior... poderia estar na cauda! rs Eles não dão mais aqueles cintos para bebês (que eu particularmente nunca vi). Então, a criança até dois anos vai no colo dos pais mesmo. Só pode sentar sozinha depois dos 24 meses completos (pagando passagem, tri-óbvio). Na hora do "almoço" foi servido um "enorme" pacote de amendoins! Pasmei (como se as passagens fossem baratas!). Os sanduíches "a preços competitivos" (R$12,00!!) eram vendidos depois de um certo tempo de terem serviço a bebida que é servida "de graça" (como se não estivesse embutida no preço da passagem) para que você tenha que pagar R$5 para não comer o sanduíche a seco. Como estávamos com fome, pegamos só um sanduíche (para dividirmos), que na foto é lindo, mas a realidade é outra!! Gelado! Ui! Mas tudo bem, entre mortos e feridos, salvaram-se todos. Chegamos no aeroporto de Natal e o carrinho da Jade, despachado na porta da aeronave no Galeão, já estava nos esperando na porta. Pegamos nossas malas sem problemas.

O retorno foi tranquilo também e digamos bem melhor que a ida. A chefe de cabine (Ana, salvo engano, e o comissário Edson Martins) foram super gentis e nos colocaram na primeira fileira. Que só é ruim pois os descansos dos braços não levantam (por terem embutidos neles a mesa), mas o espaço para as pernas e não ter ninguém te espremendo foi a melhor coisa. O comissário só nos alertou que não podemos deixar a criança sentada no chão e nem deitada lá! E a bolsa fica no bagageiro em cima. Então ela ficava de pé lá, sentada na cadeira que eles deixaram disponível para ela. Muito bom. Ele chegou a fazer um "bob enponja" para a Jade com o saco do voo. rs Nesse voo não teve cardápio de sanduíches. Só o carrinho que demorou muito para aparecer. Ainda estava chovendo e o pobre chegou ligeiramente molhado, já que o carregador não tem nenhuma proteção para ele, imagina para o carrinho!?

Para "diminuir" o tempo do voo levamos para a pequena vários videos (conhece Galinha Pintadinha?! rs) no celular (que tem que ficar no modo AVIÃO), caderninho de pintar, giz de cera e um telefone de brinquedo. E como estávamos na janela, íamos mostrando algumas coisas para ela. No pouso e na decolagem oferecíamos água. Tanto para hidratá-la quanto para diminuir a pressão nos ouvidos.

Nota da GOL? Eu diria que 8, pois o lance de venda de sanduíches no voo é ruim demais, fora que o preço da passagem é o mesmo da TAM que não faz este tipo de serviço (que na verdade dá a refeição em voos distantes); por terem vendido as poltronas preferenciais para pessoas não "precisadas"; pelo espaço entre as pernas nas poltronas (tenho 1,79m... rs).

Até a próxima quarta!!

3 comentários:

  1. Legal vc ter avaliado o vôo. Realmente acho uma vergonha esse negócio de vender o lanche. Sobre as poltronas da 1ª fila, tb acho um absurdo não privilegiarem quem precisa, e acho também que isso não deveria ser cobrado à parte não. Viajar com criança de colo nas poltronas convencionais é terrível, não cabe as pernas da gente + as da criança. Os cintos pra bebê só usei 1x na TAM.

    ResponderExcluir
  2. Não imaginava que tinha essa história de comprar lanche na Gol. Achava que eles ainda estavam na era "barrinha de cereal" hehehe
    Em termos de serviço de bordo a Tam ainda é imbatível, sem dúvida. Pena que é mais cara, se não eu só viajava de Tam.
    Ansiosa pelos próximos posts!
    Beijos!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Bom eu sou super mega hiper a favor de comida boa e de qualidade vendida em avioes....observe, boa e de qualidade, não o q eles vendem....e outra eu sou favoravel a essa modalidade desde q isso barateie as passagens, o q tbem não acontece....aff... Eu já voei com a Isa, Passaredo, Web Jet e Gol.... nota 10 p WebJet q nos proporcionou as poltronas prioritárias free, melhor ainda a Passaredo que com aquelas aeronaves pequenas possuem espaço excelente entre as poltronas....da Gol, tbem fiquei P com o lance das poltronas..mas fazer o q né? Eu vou p Natal de TAM, e a Isa vai estrear seu crachá de Comandante Kid!!! Quero até ver hehehehhe queri que desse tempo de ler todos seus posts antes da minha ida!!! Bjo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...