terça-feira, 18 de outubro de 2011

Minha filha foi mordida....e agora ela morde!! - by Thanira



Desde que a Isabela foi para o berçario eu tinha uma certeza: Um dia ela apanharia ou seria mordida por um coleguinha, não tem como escapar e isso é super natural em um ambiente onde várias crianças da mesma faixa etaria ficam por um bom periodo de tempo, o que eu não imaginei é que eu ficaria tão chateada ao chegar para buscar minha pequena e me deparar com aquela marquinha de dentinhos em seu bracinho e o recado da tia: "Hoje um coleguinha mordeu a Isabela." Doeu em mim, mas o que doeu mesmo foi o fato de eu não estar lá na hora pra poder acalentar o meu bebezinho (sim pra mim ela ainda é um bebe), doeu ficar imaginando se ela ficou chorando, fazendo manha e esperando um beijinho magico da mamãe como de costume e não recebeu....me partiu o coração... mas foi só a 1ª vez, depois vieram outras mordidas, que eu já levei na esportiva, não fiquei tão chateada como da 1ª vez...me acostumei, afinal isso é coisa de criança, mas é claro que eu fui na escola conversar com a coordenadora e a mesma me explicou que essa fase da Turminha da Isa (14 a 24 meses) sempre tem algum bebezão que morde, eles conversam bastante, mas não tem jeito, elas tem que ficar atentas pra tentar evitar as mordidas, não é por menos que na turminha de apenas 10 crianças possuem 3 cuidadoras.

A minha Isa é um doce de menina, meiga, esperta, amorosa, mas ela é brava....muito brava. Bastou algumas mordidas pra ela entender bem do que se tratava, logo, pro meu espanto chegou o recadinho na agenda dela : "Hoje a Isabela mordeu um coleguinha, conversamos com ela."
Estava eu agora do outro lado da moeda, agora era eu a mãe da criança malvada que mordeu o bracinho da outra criancinha inocente. Me senti pessima, me senti pior do que quando ela foi mordida pela 1ª vez, porque agora o meu bebe havia passado de vitima para malvada. Lá fui eu novamente na escola saber de fato o que tinha acontecido, a Isa estava brincando com um brinquedo o coleguinha chegou e quis tirar dela, ela não aceitou, ele insitiu, ela mordeu, simples assim..., ela aprendeu bem direitinho o que o outro coleguinha havia ensinado.

Depois dessa mordida ela já deu várias outras, acredito que umas 4 ou 5, já nem sei mais, mas a cada episódio ocorrido eu vou na escola, converso com as tias e converso com ela, ela já entende bem, sabe que não pode, que é muito feio como ela mesmo fala, fora da escola ela já mordeu a priminha mais velha 2 vezes e até uma menininha em um parquinho de um restaurante...sempre em defesa, ela não é de briga, não bate, não empurra mas aprendeu esse artificio agora pra usar em defesa quando se sente ameaçada, quando alguém quer tirar algo dela principalmente, o engraçado é que se pedir ela dá, ela não é uma criança egoísta, só não aceita tomarem as coisas dela na força.

Eu como mãe fico bem chateada com essa história toda, mas já não sei o que fazer, acredito que faço o melhor que eu posso, vou na escola conversar, sento com ela, explico, converso....faço minha parte que é exatamente o que aconselha a Revista Crescer nessa matéria, que diz em sintase:

As mordidas são uma fase passageira. No entanto, mesmo que pareçam de brincadeira e não machuquem ninguém, não devem, jamais, ganhar aprovação. Caso contrário, a criança pode pensar que o que fez é bom.
Palavras como "dói" e "não pode" são a melhor reação para orientar a criança a não morder. Segundo a psiquiatra Lidia, alongar as explicações não adianta, porque o filho dessa idade não entende. "Aos poucos, ele aprende a reconhecer os sinais dos pais que indicam o que não deve fazer."

Espero que essa fase passe logo!!

Bjos
Thany

2 comentários:

  1. Amiga, FH não aprendeu a morder, mas já foi mordido. O coleguinha que sempre morde ele agora é empurrado pelo FH quando ele chega perto tadinho. Eu morro de dó, dois dois: do FH por ser mordido, e do coleguinha, por não estar sabendo lidar direito com os próprios sentimentos. Também espero mesmo que essa fase passe logo viu? Ótimo post.
    Saudades da Isa!
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Thany,
    Minha amiga psicóloga sempre fala que nessa fase eles mordem mais por instinto de defesa mesmo. Ela aprendeu que esse "método" é eficaz e afasta quem ta fazendo algum mal.
    O jeito é conversar mesmo e esperar passar essa fase.
    Minha irmã fez de tudo pra minha sobrinha parar de morder: chamava atenção, brigava, batia... nada deu jeito, só o tempo mesmo =/ rss
    Bjs,
    Mi

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...