sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Voltando pro berço - by Aline Martins

Olá queridos leitores.
Hoje vou falar pra vocês sobre algo que eu vivi aqui em casa e que no saldo final, não achei bom: a cama compartilhada. Outro dia a Aline Berg falou sobre o assunto aqui no bloguinho e foi o post dela que me fez refletir sobre a prática do nosso dia a dia aqui em casa. E me fez tomar a séria decisão de voltar o FH pro berço. Explico porque.
FH dormiu no bercinho dele, no quarto dele, desde o dia que chegou da maternidade. Eu e e meu marido nunca pretendemos adotar a cama compartilhada. Fizemos o quartinho dele com muito amor, e modéstia a parte, ficou lindo viu? Escolhemos o tema, meu marido fazia questão de um jeep no quarto dele, já que ele é jeepeiro e pretende ensinar isso pro FH. Então o tema ficou “aventura na floresta”. De jeep, é claro.
Mas em junho deste ano FH ficou meio doentinho e pra facilitar nossa vida, resolvemos levá-lo pro nosso quarto. De vez em quando ele já dormia na nossa cama conosco, no meio de nós, e confesso que tanto eu quanto meu marido adoramos esse momento de ficar juntinhos. Mas a verdade é que eu durmo meio mal, porque fico com medo de dormir demais e esmagá-lo a noite. Preocupação de cabeça de mãe né? Mas preocupação essa que me faz acordar dezenas de vezes a noite pra conferir se está tudo bem mesmo. No dia seguinte eu sou um bagaço humano.
O fato é que ele adoeceu, sarou e aí foi o ar condicionado do quarto dele que estragou. Aqui faz em média 35°, ou seja, impensável dormir sem ar ligado né? Resolvi montar o berço camping dele no nosso quarto, mas o único espaço que tinha pra colocar o bendito berço era debaixo do ar do nosso quarto. Aí ele acordava de madrugada chorando de frio. Como não deu certo, ele voltou pra nossa cama. E ali ficou, com meu marido curtindo a beça a cama compartilhada, nosso FH mais ainda, obviamente e nada do ar consertar. E passaram meses até o post da Aline Berg, comigo dormindo ml pra caramba todas as noites. Foi aí que me atentei pro fato de que eu estava agindo muito errado. Porque daquele jeito FH estava se tornando cada vez mais dependente de mim e sofrendo com a TV ligada durante o sono dele. Sem falar que mesmo minha cama sendo king, o espaço reduz né? O FH já não é mais um bebezinho pequeno, ele está um rapazinho grandão. Sem falar no principal: eu e meu marido estávamos nos tornando apenas “papai” e “mamãe”. E deixando, aos poucos, de sermos marido e mulher. E isso não é nada bom.
Foi aí que resolvi virar gente e assumir minha responsabilidade de mãe e voltar com o FH pro berço. Olha, tentei ficar com ele lá, chorando, mas foi difícil, porque aí ele aproveitava e fazia manha e eu acabava pegando ele no colo. Ele já estava tão acostumado que só de aproximar ele do berço, ele já começava a chorar e a apontar pra porta e pro meu quarto. Chorava pedia pra ir pro meu quarto dormir, que não era ali que ele dormia, era lá no outro quarto. Ou seja, eu estava ferrada, literalmente.
Mas eu fui muito firme no meu propósito e instaurei uma nova rotina do sono. E resolvi que não ia ceder aos desejos do meu marido de “só essa noite, deixa o FH dormir aqui”. Não, pra ele aprender, precisava ser todo dia no berço e não furar a rotina.
Então fui eu pro primeiro dia: dei banho, coloquei a fralda, levei ele pra ver o desenho preferido dele enquanto mama. Terminou a mamadeira, vamos pro quarto. Coloca o pijama, escova os dentes, escuta a historinha já com o abajour aceso, vai pro berço, reza e deita pra dormir. Dou um beijo de boa noite, e falo pra ele dormir com os anjinhos. E silencio até ele dormir. Combinei com ele que eu ia esperar ele dormir, ali, sentada na poltrona. E lá fiquei no primeiro dia escutando ele chorar por 45min. Até que ele cansou e dormiu. No segundo dia, repito a rotina, e pra minha felicidade, a manha durou só 17min! No terceiro dia, repito a rotina e a manha durou 2min! Sim, exatamente, juro, 2 míseros minutinhos!
Já tem quase 2 meses que o FH dorme no berço dele, todas as noites. Nesse tempo todo só furamos o esquema uma única vez, num dia que saímos pra um churrasco na casa de amigos e voltamos de madrugada pra casa, com ele já dormindo. No mais, hoje é ele quem pede pra ir pro quarto dele dormir, e não consegue mais dormir no nosso quarto como antes.
Estou muito feliz mesmo por ter decidido reorganizar as coisas aqui em casa e principalmente, por conseguir mostrar pro FH que no bercinho lindo dele ele dorme muito mais gostoso e seguro do que na cama da mamãe. Minha coluna, meu sono e meu casamento agradecem profundamente! E vocês, já passaram por isso? Conte pra nós como foi.
Beijos!!!!

8 comentários:

  1. Achei legal sua experiência, sua inciativa, eu admiro muito você, mas aqui em casa eu não pretendo passar por ela amiga, não agora! Adotamos a cama compartilhada e isso nos faz muito feliz, tanto papai, mamãe e Biel, por enquanto ficamos assim, e viva a nossa cama king extra size....rs. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não passei por isso porque nunca fiz cama compartilhada com a Jade. Primeiro porque os gatos dormem conosco e seria muito dificil tirar eles (já têm 7 anos!) e segundo que o quartinho dela foi montado com muito amor e o berço seria o lugar mais apropriado para ela dormir. Ela dorme no berço dela desde 21 dias. Quando viajamos até arriscamos coloca-la pra dormir conosco, mas o fato é que ela chora e quer o berço dela.

    ResponderExcluir
  3. Amiga q bom q vc con seguiu viu...aqui não tive esse problema, a Isa dormiu no quartinho dela desde o 1º dia q chegou em casa, confesso q há uns tempos atras até quis q ela dormisse com a gente, mas a bichinha não aceitou de jeito nenhum, ela ama o bercinho...quero ate ver como vai ser p mudá-la p cama, tô planejando fazer isso em janeiro p ceder o berço p Clara e não quero deixar muito p cima da hora p ela não ficar com ciumes...aiai q situação!!

    ResponderExcluir
  4. Pôxa, não sei se conseguiria ver Heitor chorando por tantos minutos no berço, parabéns pela força... Aqui em casa Heitor dorme no seu berço desde que nasceu, claro que houveram excessões, quando ele estava tendo febre pela infecção no ouvido eu o levei para o meu quarto mas ele dormia no berço desmontável e quando a febre pegava na madrugada eu o colocava na cama, mas tive sorte pois depois ele voltou para seu quartinho sem problemas! Na época do seu nascimento fui bastante criticada pela decisão de colocar Heitor RN no quartinho dele, mas não me arrependo! Hoje ele pega no sono assistindo Tv na minha cama e assim que dorme eu o levo para seu quartinho... Bjs

    ResponderExcluir
  5. Minha intenção era que o Pedro ficasse no bercinho desde que chegou em casa. Mas já com 15 dias de nascido, ele começou a ter cólicas terríveis e chorava dia e noite. Com isso, passamos a colocá-lo em nosso quarto, no carrinho por causa do desgaste em levantar e tentar todas aquelas manobras pra driblar a cólica a noite toda.
    As cólicas duraram até 2 meses e meio e com 4 meses resolvemos colocá-lo no quartinho dele mas eu sempre ficava com medo de acontecer algo, mesmo com câmera, babá eletrônica, etc rss mas consegui driblar meu medo e ele também adora o bercinho.
    Agora minha luta é pra ele adormecer no berço à noite. Eu chego em casa tarde do trabalho e gosto de ficar com ele até o último minuto dele acordado. Então ele adormece na minha cama e depois eu o coloco no berço.
    Durante o dia ele já adormece no berço sozinho. Só à noite que ainda não consegui.
    Tentei a mesma tática que você mas após 15 minutos de choro incessante eu cedi =/ Ai ai, mas preciso voltar a tentar. O chato é que moro em prédio e sempre fico com receio de incomodar os vizinhos com o choro alto. Mas vou tentar.
    Parabéns pela força! Ver o nosso pimpolho chorando e persistir não é fácil. Foi uma grande vitória =D

    ResponderExcluir
  6. Já inscreveu seu filho (a) no sorteio que o Atelier Graça Veloso está fazendo?
    Participe do sorteio do Conj. bebê 3 peças e concorra a uma lindo conjunto para o seu bebê, composto de 1 toalha de capuz, 1 babadouro tipo camiseta e 1 toalha de mão bordados.

    Inscreva-se já: http://www.atelierveloso.com/

    Boa sorte, desde já!!!

    ResponderExcluir
  7. Legal que deu certo...aqui tb fizemos isso depois da pequena adoecer///mas agora tá firme e forte no berço dela////é bom pra eles né amiga///bjo bjoooo

    ResponderExcluir
  8. Aqui em casa o quarto da Manú fica longe do meu, então pra facilitar, nos 3 primeiros meses, ela ficou dormindo no nosso quarto, mas só a noite e no carrinho, durante o dia no berço em seu quartinho. Acho que isso ajudou, e ela não estranhou em nada quando passou pro quarto dela direto. Dorme super bem lá, mas uma ou outra noite, se está doentinha, ou se ficou muito agitada e acordou na madrugada, levo pra minha cama sem culpa, e vou conefssar que adoro!!! rsrsrs Mas acho mesmo que isso pode acontecer só eventualmente, todo dia não dá...todo mmundo dorme melhor no seu cantinho,e privacidade é importante pro casal tb né? bjs bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...