terça-feira, 7 de junho de 2011

Segundo filho, quando ter? - by Roberta Groba



Olá, hoje falarei sobre a decisão de ter o segundo filho. Quando ter? Espero meu bebê crescer mais?
Posso falar por experiência própria: TENHAM LOGO!!!
Quando tive minha primeira filha tínhamos a intenção de logo partirmos para o segundo, no máximo uns dois anos de diferença. Seria ótimo crescendo juntos, passando pela mesma fase quase ao mesmo tempo, praticamente um gasto só, etc... Acho que todos que pensam em ter o segundo filho pensam nisso.
Realmente isso importa e faz parte de todo o processo. Mas e a mãe? Como ela se sente? Alguém já perguntou a ela? Porque os maridos e pais acham muitas vezes que tem que esperar, tem medo de ter outro filho e o que importa é o que eles acham, só que não é bem assim.
Eu esperei demais pelo segundo filho e realmente não foi uma experiência boa. Foram 6 anos, é começar tudo de novo muitas vezes parecia que era minha primeira filha de tanto tempo que passou.
Na gravidez tudo muda para nós mães, e nem tanto para os pais. Chega o dia do nascimento é aquela alegria imensa, tudo gira em torno do bebê e nossa vida gira em torno dele mas também vem uma mudança grande na nossa vida tanto física quanto emocional e só nós sabemos o que é isso.
Para o pai as coisas mudam parcialmente, logo ele volta para as funções normais da vida como trabalhar, sair todos os dias de casa, ele segue vivendo como sempre mas a mamãe continua abdicando de suas coisas em prol do bebê.
E assim foi comigo, eu já estava numa fase bastante independente, Maria Clara já era uma mocinha, minha companheirinha, aproveitava o tempo dela na escola para estudar, fazer cursos, cuidar mais de mim. E de repente me vi de volta ao ponto de partida com uma bebezinha nos braços e começando toda jornada de novo, logo agora que já estava em outra fase.
Abri mão de projetos de trabalho, deixei de lado muitas coisas para reviver a emoção da maternidade. Foi maravilhoso e não posso reclamar disso mas causa um certo impacto na vida da gente.
A mulher abre mão da vida profissional para cuidar do bebê, deixa de ser mulher para ser mãe, e muitas vezes de esposa para ser mãe.



Sei que várias coisas impedem essa decisão de ser tomada logo, às vezes o quartinho é pequeno e outro bebê deixaria tudo muito apertado. O orçamento não comporta mais um, mas um bebê não gasta tanto e o ser humano se adapta muito bem a certas situações. É claro que tudo isso deve ser levado em conta!!! Mas avaliem também a sua vida, o seu lado profissional, será que voltar e parar tudo depois de tanto tempo será legal, ou parar agora e depois seguir em frente. E para aqueles pais que não sabem ou estão com medo do segundo filho vale uma boa conversa, expor seu sentimentos é muito importante.
Para mim valeu muito a pena ser mãe novamente mas preferiria não ter esperado tanto tempo e ter tido minha segunda filha mais cedo, não gostei de ter parado tudo novamente. Mas Deus sabe o que faz e acredito que era assim que devia ser mesmo.
Espero ter ajudado....até a próxima.

8 comentários:

  1. Amei!!! Estou muito nessa fase, qdo ter, se ter....vontade não falta, mas como vc bem disse Rô, a hora é agora...se quiser ter q seja logo!!!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, seu post me fez pensar e repensar muitas coisinhas sobre esse assunto!!! Eu sempre planejei ter mais de um filho, agora é decidir quando ter... Bjs

    ResponderExcluir
  3. Rô, tudo isso que vc disse faz muito sentido, acho que é melhor ter todos os filhos logo e próximos, pra crescerem juntos e a mãe tb poder aproveitar melhor seu tempo. Afinal, hoje em dia as mães tb tem seus compromissos, planos, carreira, e isso não pode ser deixado de lado. Tem que unir o útil ao agradavel! E vamos pro 2º baby!!!!

    ResponderExcluir
  4. Amiga, eu penso exatamente como você. Por isso quando FH fizer 2 anos vou conversar sério com o marido: do tipo "agora ou nunca". Ter filhos é muito bom, ms hoje, com a sobrecarga de funções que a mulher possui, não dá pra parar a carreira duas vezes não. Pra falar a verdade, só tô esperando tudo isso porque ainda não convenci o maridão, se fosse só por mim eu já estaria esperando o segundo filho hehehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Roberta, amei o post!
    É tudo o que eu penso, somado a sua experiência própria. Eu já estava animada para emendar no segundo, agora fiquei mais ainda por ouvir de uma mamãe que já passou pela situação oposta.
    Vou mandar este post para o maridão ler...rs...
    Bjusss

    ResponderExcluir
  6. Amei o post, concordo mesmo que a diferença tem que ser no maximo tres anos. Aqui em casa maridão nao quer mais filhos, entao ficamos só com a Camilinha, a nao ser que Deus mande (que presente lindo nao é mesmo?), enfim, esperar pra ver, de qq forma,quem se habilita a escrever sobre filho unico???? poderia ser uma de nos que nao tem irmaos (que indireta ne KK...)

    ResponderExcluir
  7. M-e-o Deus! RoGroba incentivando a galeria a ter logo o segundo bebe! rs Calma... o da Jade só depois do segundo aniversário dela!! rs
    Lu, boa dica. Vou fazer um post sobre ser filha única! rs

    ResponderExcluir
  8. Poxa estou vivendo exatamente esse dilema. Fiquei com medo de ter outro logo em seguida e comecei e não tive. Encarei a a minha vida profissional e com isso tive um novo rumo. Agora a Maria Clara está com 4 anos e queremos outro mas juro que estou com muito medo. Vou ter que abrir mão de tudo que estou conquistando profissionalmente e recomeçar. Passam muitas dúvidas na minha cabeça mas também se eu ficar pensando vai passar mais tempo ainda.Como você mesma disse Deus é quem sabe e se é a hora ou não que assim seja. Beijão meninas adorei esse cantinho e virei mais vezes. Alê Pessoa

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...