terça-feira, 14 de junho de 2011

Filho único?! - by Camila

http://peedrocosta.blogspot.com/
O post da RoGroba deu o que falar entre as mamis que estão planejando e estudando ter o segundo bebê.
Mas algumas de nós têm a convicção que um filho só está bom... Será?
Bem, eu sou filha única e posso dizer que... não sei! Sério! Acredito que isso vai de cada familia, de cada educação e situação financeira.
Sou filha única, mas nem sei se foi realmente por vontade da minha mãe, pois quando ela engravidou do segundo, e eu tinha alguns meses, ela teve rubéola e abortou o feto... Com isso, cresci só eu, "linda e loura" rs
Como ela se separou de meu pai e para sustentar a casa ela sempre trabalhou, acho que convivi pouco com a minha mãe, pois mal a via de manhã e pela noite. Vida dura...
Assim, nas férias eu estava sempre na casa de uma tia com seus três filhos e por algum período vivemos na mesma casa.
Cresci cercada de primos e primas e todas as nossas reuniões familiares era uma coisa sem tamanho, afinal tenho 8 tios só por parte de mãe.
Acredito que, por estar sempre cercada de familiares, eu não senti falta de um irmão, de ter com quem disputar a atenção da minha mãe, afinal já disputava com as horas de trabalho dela...
Hoje crescida não sei como seria minha vida se a rubéola não tivesse batido à nossa casa naquela ocasião. Seriamos unidos? Ou viveríamos como cão e gato?
Decidir por ter apenas um filho ou dois ou três, quisá quatro, é algo que faz com que a gente pese muitas coisas, principalmente a emocional e a financeira.
Quando casei, eu tinha por mim que teria uma filha (desde meus 15 anos eu tenho o nome Jade guardado no meu coração), nunca me imaginei mãe de dois. Mas meu maridão, que tem 2 irmãos, me convenceu a ter pelo menos dois, pois assim um varia companhia ao outro, aprenderiam e ensinariam juntos...
Assim, estou eu aqui, planejando o irmão (ou irmã, quem sabe?!?!?!) para a Jade, mas apenas após o segundo aniversário da pequena! Assim poderei vivenciar os dois lados da moeda.
E você, já decidiu?

9 comentários:

  1. Aff, amiga, você continuou me deixando na dúvida hehehe. Bom, se for pensar pelo lado de família grande, o FH vai precisar de um irmão mesmo, então. Eu só tenho a Lu, ele provavelmente só terá a Camilinha de prima, minha cunhada nem pensa em casar, quanto mais ter filhos... Essa é uma decisão que preciso tomar urgente! Ai, ai!
    Ótimo post.
    Beijos!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Por aqui, nada decidido ainda. Eu queria ter 3 filhos, meu marido 4, mas entnre querer e poder tem uma distância que a gente está vivenciando agora. Nós temos Sophia e meu marido tem a Yasmin também. Assim, a Sophia é e não é filha única, sabe, coisas da modernidade? Mas eu gostaria de engravidar de novo sim, mas não sei te dizer quando!!
    Beijocas,
    Aretusa, mamãe da Doce Sophia

    ResponderExcluir
  3. Aline, a ideia foi provocar mesmo. Só pude dizer como foi minha infância pra vcs terem noção. Acredito que um filho único que só tenha convivência com os pais e outras crianças na escola vai ter uma visão completamente diferente da minha. O que não se deve fazer é mimar essa criança ao extremo porque vai achar que sempre terá tudo na mão, bastando pedir, e sabemos que a vida não é bem assim...

    Aretusa, a modernidade inseriu diversos fatores na nossa vida e consequentemente pesa muito nas nossas escolhas. Sophia não é de todo filha única. Ela vai ter sempre a Yasmin para contar!!

    Ter 1, 2, 3, 4 filhos é uma decisão MUITO difícil!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post voi miga, e hoje em dia a falta de tempo é um condicionante de aumentar a familia ou nao. Penso que ter mais um, vou ter que me redobrar pra dar atencao aos dois, no entanto, na minha ausencia, um faria compania pro outro, ou seja, é uma decisao bem delicada mesmo. Mas eu estou decidida que se ficar so na Camila ela estudará em escola de tempo integral, pq imagina ela fica meio periodo em casa sozinha com a funcionaria? o que ela aprendera com isso? ficar na tv o tempo todo? nem pensar, na escola ela tem as amiguinhas e brincar é muito mais saudavel. Obrigada KK pelo posto, e acho que dá até direito a uma continuacao hein, hihihihihi

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho 4 irmãos...e amo isso!! Por ter tantos irmãos e me dar tão bem com todos eles é q não quero privar a Isa de ter os dela.... irmão é seu melhor amigo, mesmo os q vivem em pé de guerra, pq a gente fala mal de irmão, mas não aceita q ninguem fale ehhehehehheh, e agora a Isa tem muitos tios e certamente terá muitos primos!!! Isso é de fato muito pessoal, mas lá em casa só ficaremos com a Isa como filha unica se essa for a vontade superior mesmo!!!

    14 de junho de 2011 15:19

    ResponderExcluir
  6. Como disse a Than a vontade superior sempre prevalece. Minha irmã nasceu qdo eu tinha 5 anos até então tudo era para mim hehehehe mas foi muito bom ter uma amiga tão próxima de mim. A decisão é difícil mas acho que dois filhos é o ideal.

    ResponderExcluir
  7. Ah, eu já decidi sim, Rafa terá um irmão sim. Acho fundamental vivenciar a experiência de crescer com um irmão, aprender a dividir com ele, ter um amigo e companheiro pra todas as horas! Eu tive essa experiência e amo muito meu irmão! Adoro família grande também!

    ResponderExcluir
  8. Todo mundo me diz que eu devo ter mais um filho, ou colocar meu filho de vez na creche, para ele conviver com outras crianças, aprender a dividir. Eu nunca vi necessidade disso, meu filho sempre divide os brinquedos com os filhos de amigas que me visitam uma vez que outra, com crianças estranhas ele também parece ser bem sociável, por que ele já chega tentando puxar assunto, mesmo não sabendo falar (ele tem 1 anos e 8 meses). Eu também não tenho condições emocionais e financeiras para ter outro filho, acho que o meu marido também. O Arthur veio de surpresa, e ainda quero concluir a faculdade, e essa gestação já causou muitos estragos ao meu corpo, não consegui voltar ao meu peso normal. O Arthur está começando a ter um convívio maior com os primos de 3º grau, e acho que o convívio só vai aumentar com o tempo. Gostei muito do post. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Eu cresci numa casa apertada com mais dois irmãos. E mais pai e mãe, né?...rs...
    Nós três sempre brincamos juntos e brigamos também. Por isso, para mim é difícil imaginar a minha família com um filho só. Acho que a gente precisa ter pelo menos um irmão para fazer companhia... para pertubar, para implicar, para botar a culpa em alguém...rs... Para defender na escola, para comer brigadeiro escondido, para dividir segredo, enfim...
    Apesar de hoje as crianças ficarem muito na creche e sei que lá tem outras crianças. Não é a mesma coisa que ter um irmãozinho.
    Sei lá, eu sou meio suspeita para falar porque, por mim eu teria uns quatro filhos...kkkkk

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...