quarta-feira, 8 de junho de 2011

Festas Juninas - by Camila

Mês de junho chegou!! E com ele as festas juninas (as julinas e há quem faça as agostinas! rs)!

http://quatrodemarco.blogspot.com/
As festas juninas, são na sua essência multiculturais, embora o formato com que hoje as conhecemos tenha tido origem nas festas dos santos populares em Portugal: Santo Antônio, São João e São Pedro principalmente. A música e os instrumentos usados, cavaquinho, sanfona, triângulo ou ferrinhos, reco-reco, etc, estão na base da música popular e folclórica portuguesa e foram trazidos para o Brasil pelos povoadores e imigrantes do país irmão. As roupas 'caipiras' ou 'saloias' são uma clara referência ao povo campestre, que povoou principalmente o nordeste do Brasil e muitíssimas semelhanças se podem encontrar no modo de vestir 'caipira' tanto no Brasil como em Portugal. Do mesmo modo, as decorações com que se enfeitam os arraiais tiveram o seu início em Portugal com as novidades que na época dos descobrimentos os portugueses levavam da Ásia, enfeites de papel, balões de ar quente e pólvora por exemplo. Embora os balões tenham sido proibidos em muitos lugares do Brasil, eles são usados na cidade do Porto em Portugal com muita abundância e o céu se enche com milhares deles durante toda a noite.

No Brasil, recebeu o nome de junina (chamada inicialmente de joanina, de São João), porque acontece no mês de junho. Além de Portugal, a tradição veio de outros países europeus cristianizados dos quais são oriundas as comunidades de imigrantes, chegados a partir de meados do século XIX. Ainda antes, porém, a festa já tinha sido trazida para o Brasil pelos portugueses e logo foi incorporada aos costumes das populações indígenas e afro-brasileiras.
http://comunidade.jangadeiroonline.com.br/

A festa de São João brasileira é típica da Região Nordeste. Por ser uma região árida, o Nordeste agradece anualmente a São João, mas também a São Pedro, pelas chuvas caídas nas lavouras. Em razão da época propícia para a colheita do milho, as comidas feitas de milho integram a tradição, como a canjica e a pamonha.

O local onde ocorre a maioria dos festejos juninos é chamado de arraial, um largo espaço ao ar livre cercado ou não e onde barracas são erguidas unicamente para o evento, ou um galpão já existente com dependências já construídas e adaptadas para a festa. Geralmente o arraial é decorado com bandeirinhas de papel colorido, balões e palha de coqueiro ou bambu. Nos arraiais acontecem as quadrilhas, os forrós, leilões, bingos e os casamentos matutos.

Atualmente, os festejos ocorridos em cidades pólos do Norte e Nordeste dão impulso à economia local. Citem-se, como exemplo, Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Cachoeira Cruz das Almas, Piritiba e Senhor do Bonfim na Bahia, na Mossoró no Rio Grande do Norte; Maceió em Alagoas; Recife em Pernambuco; Aracaju em Sergipe; Caruaru em Pernambuco; Campina Grande na Paraíba; Juazeiro do Norte no Ceará; e Cametá no Pará. Além disso, também existem nas pequenas cidades, festas mais tradicionais como Cruz das Almas, Ibicuí, Jequié e Euclides da Cunha na Bahia. As duas primeiras cidades disputam o título de Maior São João do Mundo, embora Caruaru esteja consolidada no Guinness Book, categoria festa country (regional) ao ar livre. Além disso, Juazeiro do Norte no Ceará e Mossoró no Rio Grande do Norte disputam o terceiro lugar de maior são joão do mundo.
http://bancodeatividades.blogspot.com/

Fogueira
A fogueira na festa junina representa chama de vida e boas novas. Elas são utilizadas para esquentar as comidas típicas, como canjica, curau e até mesmo o quentão, bebida própria para aquecer em dias de frio, temperada com gengibre. A fogueira, fica em envidência na festa e é rodeada por lanternas e bandeirinhas formando o típico ambiente de arraial.

Música
A música é tocada ao longo da festividade sob o ritmo acentuado de forró. A banda é um item imprescindível, funciona como animadora. A banda esta composta de vários instrumentos como: tambores, bongós, pauzinhos, guisos, reco-reco, berimbau, cackeckê, triângulos, etc.

Dança
Existem diversas danças, mas a mais conhecida é a quadrilha.
A quadrilha é uma dança feita para agradecer a boa colheita e homenagear São João, Santo Antônio e São Pedro. Nela, um marcador comanda a dança. Os comandos devem ser seguidos e respeitados.
Esta dança típica chegou ao Brasil durante o período regencial e fez grande sucesso na corte do Rio de Janeiro, caindo depois no gosto popular. A sanfona, a vila, o violão e o triângulo são instrumentos muito utilizados para acompanhar a quadrilha.
A dança começa com os casais posicionados frente a frente. Os cavalheiros cumprimentam as damas e em seguida, as damas cumprimentam os cavalheiros. Eles trocam de lado, em seguida o cavalheiro busca a dama e começa o grande passeio pela roça. Esse passeio apresenta diversas interferências ditas pelo marcador, como "olha a chuva, "olha a cobra". Ao final, o casal despede-se.


Você vai a alguma festa junina com seu filhote? Já o vestiu de roupa caipira? Deve ter ficado uma graça! rs
Para mim, essas festas me remetem à minha infância, quando ensaiavamos na escola para dançar a quadrilha na festa de Santo Antônio. Oh, época boa!  O que te lembram estas festas?
Você já viu a programação das festas caipiras de sua cidade? Pretende passeiar com o pequeno (ou pequena) nelas?

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Festa_junina, http://www.smartkids.com.br/especiais/festa-junina.html

8 comentários:

  1. Ai que delícia essa época do ano né? Deve ser porque eu nasci nessa época, então eu amo festa junina hehehe
    Esse ano FH vai participar de uma quadrilha pela primeira vez. Vai ser o noivo, tem base? Tô mega ansiosa pra esse dia chegar logo hahaha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Amo de paixão, essas festas me remetem a muitas coisas boas, todo ano vou às festinhas que acontecem na cidade, e como moro no interior, todo final de semana tem 1 ou 2 bacanas, e agora essa época ficou ainda mais especial pois Heitor faz aniversário na véspera de São João (23/06), agora todo ano vou ter um motivo a mais para fazer a festa... E que motivo né??? Ah, e na creche vai ter a festinha e ele vai vestir de caipira para a apresentação...rsrs Beijinhos...

    ResponderExcluir
  3. A festinha da Sophia será no dia 18, na creche. Ontem já compramos o vestidinho caipira e ela amou experimentar!....kkk E ficou linda, claro!
    Amo festa junina...rs... e tô ansiosa para chegar o dia e tirar muitas fotos dela de caipira.
    Bjussss

    ResponderExcluir
  4. Carlinha, e a festa de um ano do Heiotr? será caipira?
    eu tb amo festa junina e no bercario da mila ela foi escolhida pra ser a Rainha caipira, nem preciso dizer o quanto fiquei orhulhosa ne...bjs

    ResponderExcluir
  5. Tem coisa mais gostosa de que uma festa junina!!! Eu amo demais e espero de coração q a Isa tbem goste, pois o pai dela não é muito fã não hehehehehh Ano passado a Isa estava com 5 meses e mesmo assim ja usou vestido de quadrilha feito pela vovo e pintinhas no rosto!!! Esse ano tem ate apresentação na escolinha hehehheheh

    ResponderExcluir
  6. Eu sou apaixonada pelo mês de junho, é o meu favorito, empatado com novembro - que é o mês de niver da Soft!!
    Eu que sou nordestina sinto falta de um bom arraiá por aqui em BH!!!
    Fora que ainda há uma diferença nas comidas típicas, é engraçado isso!!
    Beijocas,
    Aretusa, mamãe da Doce Sophia

    ResponderExcluir
  7. Sempre fui a festas juninas qdo criança, adorava pescaria. Hj em dia curto mais a comilança das festas. E aproveitem enquanto as crianças são pequenas para enfeitar a Maria Clara não quer mais usar roupa caipira, é mico!!!!
    Salsichão, milho, pinhão, hummmmmm!!!!

    ResponderExcluir
  8. Lú, esse ano eu não fiz no tema caipira, guardei para o ano que vem que ele vai estar maiorzinho e vai aproveitar mais...Bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...