quinta-feira, 19 de maio de 2011

Falando sobre saúde: Vitaminas - by Roberta Lopes

O que são vitaminas?
São um grupo de compostos orgânicos essenciais ao bom funcionamento do organismo, que necessita de quantidades mínimas dessa substância para manutenção da saúde. Dentre as vitaminas podemos citar: vitamina A, C, D, E, K, H, ácido pantotênico, niacina, biotina, ácido fólico e as vitaminas do complexo B (B1, B2, B6 e B12).
Vitamina A
Sua deficiência resulta na cegueira noturna, a dificuldade de adaptar a visão ao escuro. Pode ocorrer também uma doença característica nos olhos chamada Xeroftalmia, assim como um espessamento da pele denominado Hiperceratose. A vitamina A é produzida no organismo à partir do Caroteno, encontrado no óleo de figado de algumas espécies de peixes, nos vegetais verdes, na gema de ovo, na manteiga e em diversos alimentos de cor amarela ou alaranjada.
Vitamina B
As vitaminas do complexo B, são encontradas nos vegetais, grãos, carne e leite.
Cada vitamina desse grupo tem uma função particular no metabolismo.
Uma deficiência vitamínica específica pode causar deficiência de hormônios específicos, por exemplo, uma dieta sem Ácido Pantotênico, vitamina do complexo B, causa involução das glândulas supra-renais.
A vitamina B1, ou Tiamina é útil para evitar a perda de apetite que acompanha algumas formas de perturbações digestivas. Deficiências de vitamina B2, Riboflavina, produzem distúrbios da visão, pele, língua, boca, lábios, rosto e fraqueza geral. Cosmética ela, não?
O Cobalto é um componente químico muito importante da vitamina B12, que tem atividade estimulante no sangue semelhante ao fator anti-anêmico do fígado.
Outras vitaminas do complexo B, são a Biotina, Colina, Inositol e o Ácido Paraminobenzoico.
Vitamina C
Você já usou todos os lançamentos em vitamina C para a pele e se arrepia só de ouvir falar em suco de limão? Pois saiba que o Ácido Ascórbico ou vitamina C, é encontrado em abundância nas frutas cítricas, no tomate e vegetais folhosos e é fundamental no processo anti-radicalar, isto é, age contra o envelhecimento precoce da pele evitando a formação dos danosos radicais–livres.
Vitamina D
A Vitamina D, ou Ergosterol é produzida no próprio organismo por uma combinação de substâncias quimicamente relacionadas. A luz solar ativa sua formação e sua deficiência produz o raquitismo nas crianças, e em adultos a Osteomalácia. Boas fontes são: o salmão, o atum e o leite. Agora você já sabe, sol até às 9:00 hs da manhã e peixe no prato te vacinam contra a Osteoporose.
Vitamina E
A Vitamina E é encontrada no germe de trigo, fígado, ovos, cereais completos e na alface.
Vitamina K
A Vitamina K tem propriedades anti-hemorrágicas, tendo nos vegetais verdes um bom aporte.
É NECESSÁRIO TOMAR MEDICAMENTOS A BASE DE VITAMINAS?
Os alimentos são a principal fonte de vitaminas e minerais. Desse modo, normalmente não é necessária utilização de polivitamínicos, pois uma dieta variada, somada ao controle das quantidades de gordura, açúcar e sal costuma ser suficiente. Os polivitamínicos e as vitaminas são indicados somente quando há uma deficiência nutricional grave, que demoraria a ser tratada apenas por meio da alimentação. Neste caso, os complementos nutricionais devem ser utilizados por tempo determinado, até a redução dos sintomas da deficiência nutricional.
QUAIS OS CUIDADOS AO CONSUMIR ESSES PRODUTOS?
• Usar apenas produtos registrados.
• Buscar informações com profissionais de saúde.
• Seguir orientações da bula e rotulagem.
• Observar cuidados especiais no caso de gestantes, crianças, idosos e pessoas que fazem uso de outros medicamentos.
• Comprar vitaminas e polivitamínicos apenas em farmácias e drogarias.
MITOS E VERDADES SOBRE VITAMINAS
1- Vitamina C cura gripe?
Apesar da extensa publicidade promovida pela indústria farmacêutica, sugerindo que a vitamina C possa prevenir gripes e resfriados ou aliviar sua virulência, a pesquisa médica não conseguiu dar suporte científico para essa indicação. Nossa afirmação se baseia em extensa pesquisa científica, com estudos bem elaborados que revelam que as pessoas que consomem suplementos de vitamina C, mesmo em grandes doses de até 3g por dia quando as recomendações de ingestão diária são de até 60mg por dia não estão mais protegidas do que aquelas que não fazem suplementação. Esses resultados revelam claramente que não há fundamento que justifique indicar vitamina C para prevenir e muito menos tratar gripes e resfriados. Muitas vezes, as pessoas consomem, de maneira abusiva, doses muito maiores do que as recomendadas. A absorção deste nutriente é rápida e eficiente e o organismo se previne das ingestões excessivas e das mega doses aumentando sua excreção urinária. Isso pode causar acidificação urinária excessiva, uma vez que a vitamina C é um ácido, que aumenta a síntese de oxalato e com ele, uma maior produção de pedras no trato urinário.
2- As vitaminas fornecem energia?
Não. Elas apenas ajudam a converter os alimentos em energia. Não se pode aumentar a capacidade física somente com uma adição de vitaminas, a não ser que o organismo esteja deficiente, como, por exemplo, em caso de fadiga provocada por dietas desequilibradas. Nesse caso, uma adição para restaurar o equilíbrio melhora a capacidade física.
3- As vitaminas engordam?
Não, elas não contêm calorias. Os suplementos podem conter algumas calorias no seu revestimento de açúcar, porém, normalmente a quantidade é desprezível. Assim como os outros elementos, as vitaminas são compostos orgânicos, substâncias que contém carbono, mas ao contrario das proteínas e outros alimentos, não fornecem energia, mas são essenciais para a transformação da energia e regulação do metabolismo do corpo. Portanto essa história de que vitamina engorda não tem fundamento científico.
4- Tomar vitaminas aumenta o apetite?
Se o nível de vitaminas no organismo não for suficiente, particularmente da A, B1 e C, pode levar à perda de apetite, o que pode ser resolvido com um suplemento. Nos indivíduos com uma dieta equilibrada, o suplemento não provoca nenhum efeito sobre o apetite.
5- O organismo pode produzir a sua própria vitamina?
Não, exceto no caso da vitamina D e da niacina que, entretanto, são produzidas em quantidades insuficientes. Consequentemente, as vitaminas têm de ser obtidas de fontes externas.
6- É verdade que as vitaminas retardam o envelhecimento?
Sim. Especialmente as vitaminas E, C e A, sob a forma de Betacaroteno, que atua sobre os tecidos, mais precisamente sobre a parede externa das células. Isso tem uma ação antioxidante, que previne o envelhecimento precoce e se torna mais eficaz quando associada a outras vitaminas e minerais como selênio. Nos Estados Unidos, esses compostos vitamânicos são tomados por pessoas de 40 a 50 anos para prevenir o envelhecimento. Mas esse não é o único benéficio das vitaminas. Existem complexos de vitamina B6, Magnésio e vitamina E que minimizam os efeitos da Síndrome Pré-Menstrual, que atormenta mulheres no mundo inteiro.
7- As vitaminas podem ser tomadas indiscriminadamente?
Não, pois o excesso tem efeitos colaterais. Vitamina A demais, por exemplo, deixa a pele seca e escamosa e fragiliza os ossos. Já o excesso de vitamina D prejudica os rins. Os complementos vitamânicos são muito bons para a saúde, mas devem ser consumidos sem excesso.
8- Qual o melhor horário para se tomar vitaminas e minerais?
Em geral, as vitaminas e minerais devem ser administrados antes das refeições (em torno de 30 minutos antes) e em horários distintos de medicamentos para que não haja interação entre nutrientes e da droga com o nutriente.
IMPORTANTE!!!
Quem deve diagnosticar uma falta ou excesso de vitaminas é o médico. A ingestão de vitaminas, sem necessidade, pode causar, ou mesmo, agravar algumas doenças.
Leia também:

Vitaminas podem perder efeito se guardadas na cozinha ou banheiro

Fontes:
Anvisa, O que devemos saber sobre medicamentos, 2010.
*Ilustrações retiradas do Google Imagens

4 comentários:

  1. Ola Thany, sou a Livia Luzete do mamys Blogs, em primeiro lugar peço desculpas pela demora em responder, justifiquei nos comentários do mamys. Será muito bom podermos fazer uma parceria!!! o que você propõe?
    Abraço,
    Livia Luzete

    ResponderExcluir
  2. Post muito bacana amiga!!! parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Super esclarecedor, serve até pra gente essas dicas. Amei, amiga!
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  4. Camilinha toma vitamina desde que nasceu, logico que vai mudando, mas ela ainda toma. Acho que será até os dois aninhos. Muito bom o tópico. beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...