sexta-feira, 11 de março de 2011

Viajando com bebês - by Camila

Daqui a pouco menos de 40 dias, as mamis que vos escrevem vão se encontrar pela primeira vez. Não é uma delícia? Já imaginou 13 bebês juntos, suas mães ansiosas por se conhecerem pessoalmente, e muitos muitos trecos de bebês para carregar.
Com isso, decidir tentar fazer um post sobre viagem com bebês, onde eu pudesse reunir dicas da internet, das cias aéreas, para que tenhamos uma viagem tranquila. Será que consigo?

A primeira coisa que fizemos foi escolher um local e uma época que atendessem ao interesse de todas. A época eu falo: Páscoa 2011, já que será um feriadão de 4 dias por englobar o feriado de Tiradentes. O local? Deixo para comentar quando voltarmos, ok?
Escolhidos, local (cidade) e datas, decidimos o hotel que ficaríamos. Isso não foi tarefa fácil! Imagina 16 mulheres dando pitaco ao mesmo tempo? Cada uma com uma ideia, razão e tempo (leia-se $$) disponíveis! Chegamos até a fechar com uma pousada na cidade ao lado da que escolhemos, mas o povo de lá era tão enrolado, mas tão, que queria fazer preços diferentes para cada uma de nós, pelo mesmo apartamento!! Assim não pode! Assim não dá!
Uma de nós, deu a ideia de ficarmos no condomínio onde ela tem apartamento. Ela viu com a imobiliária de lá, e fechamos 6 apartamentos!!! Se é mais prático alugar um apartamento que um hotel, sinceramente não sei! Na volta, eu respondo esta pergunta!
Ok, local de repouso escolhido, mas como cada uma de nós chegaríamos lá? Daí vou postar a seguir, com algumas dicas que captamos:

1) Companhia Aérea
Quanto mais precoce você decidir sua viagem, mais barata ela será! Geralmente as passagens aéreas são BEM mais em conta quando comprada com antecedência. Eu por exemplo comprei as passagens por R$99 e hoje elas custam mais de R$320! Escolha o melhor horário pra você e sua família, considerando tempo de vôo e de conexão, chegada e saída do aeroporto, valor a ser pago, ...
Lembre-se que bebês até 2 anos NÃO tem franquia de bagagem e as coisinhas deles devem ser despachadas dentro da sua (e da do papai). O máximo que as companhias dão, sem cobrar, é o transporte da cadeirinha de bebê OU do carrinho. Veja como a companhia aérea escolhida por você lida com esta questão.
Não se esqueça de levar, além da SUA documentação, da documentação do bebê. Sem ela, você não conseguirá embarcar com o pequeno e a viagem já começará com atrasos. Eu já pretendo fazer o RG da pimpolha, pois carregar a certidão pra cima e pra baixo, não rola! O trem é grande demais!
Se seu bebê não come qualquer coisa (ainda!), leve consigo a papinha de sua preferência, mamadeira, etc em quantidade maior do que você estipula como necessária, pois atrasos são comuns quando o assunto é viagem de avião.
(Não vou comentar de empresa de ônibus porque não será nosso caso, ok?)


2) Aluguel de carro
A cidade escolhida não tem aeroporto? Você tem algumas opções: escolha a que possui aeroporto mais próxima, e veja horários de ônibus, traslado ou taxis. Fica ao gosto do freguês! Mas se você prefere comodidade (e vai pagar por isso!) você pode alugar carro. E tem de vários tipos, com e se ar. Só não esqueça de alugar a cadeirinha de carro que agora é lei e é seguro para seu bebê.
Assim como passagem aérea, a dica é alugar o quanto antes, assim você terá mais opções de modelos disponíveis (e com isso preço), além da garantia da cadeirinha, já que essas locadoras não têm muitas para disponibilizar. Garanta a sua.
E não se esqueçam de cotar em váris, negociar! E muitas delas têm convênios com empresas, cartões de créditos, conselhos. Não custa perguntar! O pagamento de um carro alugado só é efetuado quando você retorna o carro (e ainda pode parcelar!). O que acontece quando você retira é que eles farão um bloqueio de um valor caução como forma de garantia.


http://bebegravidez.com/

3) Malas
A dica da Revista Crescer é anotar tudo que o bebê usa no dia-a-dia. Se for para a casa de parentes ou hotel em uma cidade grande, será mais fácil repor algum item que tenha esquecido. Mas se a viagem for para lugares sem muita infra-estrutura, a atenção deve ser redobrada. Calcule o quanto gastará de fraldas e faça o seu estoque de viagens. Monte a nécessaire do bebê com sabonete, xampu, pomada antiassadura etc. Separe muitas fraldas de pano e toalhas. E não esqueça de levar roupas para várias temperaturas!
Pra não ficar muito repetitivo de sites da internet, sugiro a leitura em:
http://brasil.babycenter.com/baby/viagem/
http://bebe.abril.com.br/familia/viagens/viagens-detalhes.php
Para não ser surpreendida num extravio de bagagem, sempre levo na bagagem de mão, uma muda de roupa extra para mim, e agora terei que incluir para Jade!

4) Vacinação
Cheque se na região que você vai viajar é necessária a atualização da sua (e da do bebê) caderneta de vacinação! E fique atenta para o período que antecede entre a vacina e quando ela começa a agir, como por exemplo: para viajar para Goiás, Brasília, etc é necessária a vacina da Febre Amarela, que tem um intervalo de 10 dias!

Editando (1): Vai sozinha com o bebê? Leia este post da Tatiana Passagem no Entre Fraldas e Livros
Editando (2): Muitas dicas de viagem com bebê: http://www.meioaereo.com/

4 comentários:

  1. Essa viagem sem duvida ser a primeira de muitas!!!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Amiga, sobre a certidão de nascimento, tbem acho o RG uma melhor opção, porem viajei com a Isa usando uma xerox autenticada em miniatura e deu tudo certo!!!

    15 de março de 2011 15:00

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...