segunda-feira, 10 de maio de 2010

A delícia - e o trabalho - de se introduzir alimentos para o bebê - by Aline Martins

Meu bebezinho fofo não mamou exclusivamente no peito, aos 3 meses ele largou e passou a tomar só LA. Por isso, a pediatra do Francisco Henrique passou o seguinte roteiro de introdução de alimentos:

Aos 3 meses e meio: suco entre as mamadas da manhã. Aproveitar esse momento pra dar pra ele o ferro. Começar ocm suco de laranja lima, 10ml e ir aumentando a quantidade até chegar a 60ml. Se ele quiser, pode aumentar a quantidade até 120ml por dia de suco. Quando estiver tomando 60ml, varias os sabores. O FH gosta de suco de mamão com laranja e laranja lima. Se for usar a laranja lima pode dar pura, passando na peneira. Se for a laranja comum, tem que diluir em água, começando na proporção 1:1, e depois na proporçãdo de 2: 1 (duas partes de suco pra uam de água). Se quiser pode usar açúcar, desde que seja o nidex, açucar específico pra bebês. Eu não uso açucar me nada pro FH.

Aos 4 meses: papinha de frutas, entre 15 e 16h, antes da mamadeira da tarde. Amassa a fruta e passa na peneira. dar as frutas mais comuns: maçã, pera, banana, mamão, ameixa. Eu uso banana maçã e mamão papaia que são naturalmente oces, então não uso açucar pra adoçar nada. Comecei dando só a fruta pura, pra ele conhecer os sabores, hoje eu já misturo duas frutas, e às vezes coloco mucilon junto da fruta pra sustentar mais. Dependendo da fruta, abre o apetite e ele chora logo depois querendo mamar. A maçã pode ser raspada, ou, se você achar muito difícil, pode passar lea no mixer, e depois na peneira, tirando as sementes antes. Assim ela fica mais com cara de papinha. A babana, mesmo sendo molinha e macia, vale passar na peneira, a papinha fica muito melhor do que só amassada.

Aos 5 meses, papinha de vegetais entre 11h e 12h. Começa com batata e cenoura e a cada 3 ou 4 dias, mude um ingrediente. Ex: batata + cenoura; batata + espinafre; cenoura + xuxu. Para fazer a papinha: pique a batata e a cenoura, acrescente um pouquinho de cebola fatiada bem fina, um dente de alho fatiado, uma pitadinha de sal, um fio pequeno de azeite de oliva extra virgem. Cubra com água filtrada e deixe cozinhar até a água quase secar. Retire do fogo, amasse e passe na peneira. Começar oferecendo uma colher de sobremesa de papinha e ir aumentando até 4 ou 5 colheres de sopa de papinha (80 a 100g). Quando o bebê já estiver comendo essa quantidade, acrescentar um tomate picado, salsa, e caldo de feijão, ou um pedaço de carne magra ou de frango para cozinhar junto. Retire a carne ou frango e peneira como de costume.


Aos 6 meses: Acrescentar a janta, que é a mesma papinah salgada do almoço.

Coisas que observei introduzindo alimentos:
1) É importante mudar os legumes a cada 3 dias pra você observar se algum deles provocou algum tipo de reação alérgica no bebê, nunca se sabe.

2) Não fique mais de meia hora dando papinha, o bebê cansa e aí o momento da refeição, que deveria ser legal, prazeroso, passa a ser uma tortura pra ele.

3) Se ele chorar e trancar a boquinha, não insista pra ele comer mais, com o tempo ele vai comer o tanto que precisa, não precisa ficar insistindo muito até ele chorar não. O FH passou a comer um potinho Nestlé de medida 3 dias depois, mas ele já estava enjoado de só mamar kkkkkk

4) É bom ter o cadeirão. Aliás, ele é uma benção na hora de dar comida. Comprei um da galzerano, modelo lançamento, que tem uma bandeja maior, e quando ele estiver maiorzinho, a bandeja sai e ele vira uam cadeira alta pra criança comer na mesa. É lindo e muito bom também. O FH fica certinho na cadeira e não fica caindo e tombando pro lado, porque tem o cinto de segurança de 5 pontos que segura ele sentado firma na cadeira. Além disso, ele já sabe: sentou no cadeirão é hora de papar. Essa associação é super importante. No começo eu dava papinha no carrinho, aff, perdi a conta de quantas vezes tive que lavar ele de tanta bagunça. No cadeirão até a bagunça diminuiu, e agora quase não faz mais.

5) Ah, tem que ter paciência com isso também, com a bagunça, no começo, depois da papinha todo mundo tem que tomar banho: você, o bebê, o chão da casa, o cadeirão ou carrinho kkkk com o tempo vai melhorando, o bebê vai comendo mais e bagunçando menos.

6) Outra coisa: ajuda ter um brinquedo que o bebê goste muito na hora de comer. Começou a fazer carinha, distraia um pouquinho com o brinquedo que ele volta a comer numa boa.

7) Você pode (e na minha opinião, deve) fazer papinha que sobre pra janta. Até a da Nestlé você pode guardar na geladeira depois de aberto por 24h, desde que você tenha separado o que o bebê vai comer, do resto que ficou no potinho obviamente. Fazer papinha dá um trabalhão, então vale a pena fazer uma quantidade maior e guardar na geladeira a porção da janta, ou do almoço no dia seguinte, se o bebê ainda não comer a janta.

É isso. Espero que gostem das minhas dicas.
Beijos!!!!!

5 comentários:

  1. oi amigaa
    adorei saber dos detalhes
    to no processo de iniciação de dar complemento pra minha florzinha e ter dicas e sempre bom
    beijoooooss

    ResponderExcluir
  2. Flor, obrigada por colocar aqui como está sendo a introdução de alimentos no Francisquinho. Servirá de base para mim e para muitas mamães!! Beijocas no meu afilhado virtual!!

    ResponderExcluir
  3. adorei, mas vc sabe que apesar de eu ler, vc vsi ter que vir aqui pessoalmente me ensinar, kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...