segunda-feira, 22 de março de 2010

Estimulação Precoce - by Camila

Atividades que favorecem o Desenvolvimento da coordenação motora e intersensorial

Atividades que desenvolvem a psicomotricidade

Estes exercícios realizados em forma de brincadeira, em horários em que o bebê está acordado, pela mãe ou responsável, serão de enorme valia para estimular o desenvolvimento do bebê, não o deixando chegar na etapa prevista sem a coordenação adequada para sua faixa etária.
Portanto vamos começar a malhar.

Importante : Nunca force seu filho a fazer movimentos, estimule-o para que participe, mas não insista se ele não quiser ou estiver cansado.


FAIXA ETÁRIA – DE 0 a 1 MÊS

Enquanto troca a fralda ou dá banho no bebê.

Coloque-o de costas e com o mínimo de roupa, se possível nenhuma.
- Massageie, suavemente, seu corpo.
- Vá dando leves tapinhas, começando pelo ombro e seguindo em direção à mão.
- Deixe que mova livremente pernas e braços.
- Ponha seu dedo na palma da mão do bebê para que ele o aperte, caso não consiga, ajude-o.
- Se ele apertar seu dedo, levante-o, pela mão, para que faça força.
- Repita esse exercício com as duas mãos.
- Segure seus braços, com suavidade. Leve-os para cima, para baixo depois cruze-os sobre o peito.
- Segure o bebê pelas mãos e vá levantando até a posição sentada. Volte até deitá-lo. Repita três vezes. Não tem importância se ele ainda não mantém a cabeça em pé.
- Não use roupas apertadas que impeçam os movimentos do bebê.

Quando alimenta o bebê.
- Toque, um por um, os dedinhos dele. Depois separe-os um a um. (dedo mindinho ...o gato comeu)

Entre as horas de alimentação.
- Deite-o em diversas posições; de um lado, de outro, de costas, de bruços; sem travesseiro.
- Mantenha o ambiente tranqüilo durante o sono do bebê, mas ele deve ser habituado a dormir com os ruídos usuais da casa.
- Mostre e mova lentamente objetos de cores vivas (vermelho, azul, amarelo e verde) para que os acompanhe com o olhar.
- Para melhor desenvolvimento da visão é bom pendurar um móbile em um lugar onde ele possa olhar (a 50 cm dos olhos da criança).

Importante:
- Quando a criança completa 1 mês, deverá fazer, entre outras coisas:
- sugar;
- fixar o olhar (ainda que seja por tempo muito curto) em algo que se coloca diante dela;
- apertar o dedo que toca sua mão;
- seguir com o olhar qualquer coisa que você mostre e mova lentamente;
- manter a cabeça firme quando é colocada em pé;
- balbuciar; e
- responder de alguma forma aos ruídos que ouve.


FAIXA ETÁRIA – 01 MÊS

Enquanto troca a fralda ou dá banho.

- Coloque a criança de costas para que mova os braços e as pernas. Segure suas mãos, junte-as e depois separe-as. Faça isto várias vezes.
- Segure as pernas do bebê, estique-as e dobre-as suavemente.
- Segure as pernas do bebê e mova-as suavemente para cima, sem dobrar os joelhos; depois, abaixe-as devagar.
- Faça um rolo com uma toalha, mais ou menos da espessura de uma garrafa. Ponha a criança de bruços, com o rolo na altura do peito e os braços para cima do rolo. Segurando-o pelos quadris, empurre-o devagarinho para frente e para trás.

Entre as horas de alimentação.
- Deixe seu bebê, todos os dias, durante pouco tempo de bruços; coloque um brinquedo à sua frente.
- Estimule-o a rolar para o lado direito ou esquerdo.
- Troque o móbile que você fez para seu filho caso ele não se entretenha mais olhando-o.
- Deixe seu filho deitado de costas na cama. Mostre-lhe um objeto de cor viva. Espere que ele se fixe bem no que você está mostrando e mova lentamente o objeto para um lado, fazendo com que ele siga com o olhar. Faça o mesmo para outro lado. Repita isto várias vezes. Aproveite a posição acima e mostre dois objetos, por exemplo: duas caixas de fósforos. Você, ao movê-las, fará barulho e seu filho prestará atenção. Separe-as e mova primeiro uma, depois a outra, fazendo com que seu bebê olhe para a que faz barulho. Caso não tenha caixa de fósforos, use suas mãos, estalando os dedos, primeiro de uma mão, depois da outra.
- Se precisar sair com seu filho, ou ficar algum tempo com ele no colo aproveite esses momentos para exercitá-lo. Coloque a chupeta na mão dele, leve-a até a boca e depois tire. Repita várias vezes e troque de lado, no colo.


FAIXA ETÁRIA – 02 MESES

Entre as horas de alimentação.
- Se o tempo está bom e tem uma árvore em sua casa, coloque a criança debaixo dela. Seu filho vai gostar de ver as folhas se moverem.
- Segure qualquer objeto que chame a atenção da criança. Faça com que o siga com o olhar, movendo-o lentamente para cima e para baixo, de um lado para o outro.

Quando alimenta o bebê.
- Deixá-lo de bruços – isto o ajudará a sustentar melhor a cabeça

Enquanto troca fralda ou dá banho no bebê
- Coloque-o de costas no lugar onde troca a roupa dele , e mova suavemente suas pernas como se pedalasse.
- Dobre as pernas do bebê, levando os joelhos até o peito, sem forçá-lo.
- Ajude-o a passar da posição de costas para a de bruços. Segure um de seus braços e leve-o para cima, ao lado da cabeça. Empurre-o suavemente para esse lado, par que dê a volta. Repita isto três vezes sustentando-lhe a cabeça, se for necessário.
- Quando o bebê estiver de bruços, passe com firmeza um dedo ao longo das costas. Isto vai ajudá-lo a levantar a cabeça e os ombros.


FAIXA ETÁRIA – 03 MESES

Enquanto troca fralda ou dá banho no bebê.

- Faça com que ele acompanhe com os olhos os movimentos que você faz. Se você vai buscar alguma coisa, chame-o para que olhe na direção em que você está.
- Enquanto você troca o bebê, tenha à mão tudo o que vai usar: roupas, fraldas, etc. Aproveite para brincar de “esconder” com ele. Coloque uma fralda limpa, bem pouquinho tempo, sobre o rosto dele. Se ele tentar tirá-la demonstre alegria quando o conseguir. Você pode tapar o seu rosto com a fralda e logo reaparecer sorrindo.
- Na hora de mudar as fraldas, levante os pés do bebê até que ele os veja e depois, vá abaixando-os lentamente, para que ele acompanhe o movimento com o olhar.

Entre as horas de alimentação.
- Deixe o seu filho, de vez em quando, deitado de bruços, para que exercite levantar a cabeça e o peito.


FAIXA ETÁRIA – 04 MESES

Enquanto troca fralda ou dá banho no bebê.
- Mova as pernas do bebê com se ele estivesse andando de bicicleta.
- Coloque seu bebê de costas, no lugar onde troca as roupas. Segure, com uma das mãos, as pernas, para que fiquem esticadas. Ponha sua outra mão embaixo da cabeça dele e vá levantando-a suavemente estimulando a criança a fazer força para sentar.
- Aproveitando o bebê deitado de costas, balance um chocalho ou um objeto vistoso que faça ruído, para chamar a atenção dele. Leve-o a altura dos pés e estimule-o a chutá-lo.

Entre as horas de alimentação.
- Forre o chão com uma colcha, lençol ou cobertor. Coloque o bebê em cima, junto com algum objeto que ele goste e deixe-o mover-se livremente.
- Ponha a criança em frente a um espelho durante um tempo curto, para que se olhe. Peça ao pai, a vovó ou ao irmãozinho que brinquem um pouco com o bebê.
- Ponha uma fralda no rosto do bebê para que ele a tire. Você também pode esconder seu rosto ou se esconder atrás de algo.


FAIXA ETÁRIA – 05 MESES

Enquanto troca fralda ou dá banho no bebê.
- Você pode ajudá-lo a bater, esticar e encolher as pernas, abrir e cruzar os braços, segurar os dedos de sua mão tentando sentar-se, tudo isso quando está deitado de costas
- Depois, você o coloca de bruços, com um objeto vistoso à frente. Ele levantará a cabeça e moverá o braço para segurar o que está vendo. Deixe-o nesta posição algum tempo, para movimentar as mãos e pernas.
- Fique de pé, em frente a uma mesa. Coloque o bebê em pé, com as costas dele tocando sua barriga. Com firmeza, segure-o com uma das mãos à altura dos joelhos e com a outra na barriga. Incline-o suavemente para a frente, até que o bebê toque a mesa com as mãos. Deixe-o fazer um pouco de força, apoiando-se nos braços. Repita o exercício três vezes.


FAIXA ETÁRIA – 06 MESES

Quando alimenta o bebê
- Dê a ele a mamadeira para que a segure com suas próprias mãos.
- Deixe que tire do prato, com os dedos, pedacinhos de comida ou pão e os leve à boca.
- Dê a ele uma colher para que vá aprendendo a segurá-la.
- Ponha chupeta na mão dele deixando a parte de trás virada para a boca, de maneira que ele seja obrigado a desvirá-la para poder chupá-la.

Entre as horas de alimentação.
- Nesta idade seu filho já deve seguir rapidamente com o olhar os objetos que se movem.
- Sente-o com apoio. Amarre várias chaves (ou outro objeto que ele goste) num barbante. Quando ele se fixar nas chaves, mova o barbante para que elas se movimentem de um lado para o outro.
- Deixe cair as chaves para que ele siga o movimento de cima para baixo.
- Se ele está sentado na cama, role uma bola rapidamente para ele.
- Esconda algum objeto grande embaixo de algo transparente ou fino. Por exemplo: uma bola embaixo de uma fralda ou plástico.
- Coloque-o em pé, sustentando-o com firmeza, para que faça movimentos ao caminhar.
- Coloque-o de bruços e deixe que se arraste e engatinhe.
- Ainda de bruços, segure-o pelas pernas e levante-as completamente do chão para que ele “ande” com as mãos. Não o force. Respeite suas limitações.
- Deixe que ele se olhe num espelho.


FAIXA ETÁRIA - 07 MESES

Entre as horas de alimentação
- Leve seu filho para passear.
- Ponha seu filho no colo e mostre a ele uma revista ou livro de história, mostrando os desenhos conhecidos “mamãe”, “gato” etc.
- Ajude-o a ficar em pé, apoiando-se em cadeiras, na cama ou em outro móvel.
- Tire dele um objeto com o qual está brincando para que vá buscá-lo.
- Dê a ele um objeto para segurar em uma das mãos, dê outra coisa para ocupar a outra mão. Assim quando estiver com as duas mãos ocupadas, dê a ele outro objeto que goste muito. Deixe que ele mesmo “solucione o problema”; terá que segurar duas coisas com uma das mãos ou soltar uma.
- Nessa idade a criança gosta de brincar de imitar gestos. Você pode brincar com ela de franzir o nariz, bater palma, levantar os braços, etc.
- Seria muito bom para o seu bebê e para você se tivesse um cercado. No seu “cercado” ele poderá ficar em pé, engatinhar, sentar e brincar, sem perigo e sem preocupar a mãe.
- Se o tempo estiver bom, o cercado poderá ficar ao ar livre. Assim o bebê verá pessoas e coisas novas.
- Use o mais que possa a cadeirinha de passeio de lona à venda nas lojas. Ela é usada pendurada como uma bolsa e permite levar a criança a passear, ainda que você precise levar embrulhos.
- O mais importante é que você aprenda que uma criança não pode passar o dia todo no mesmo lugar.

Quando alimenta o bebê
- Aproveite quando tiver outras pessoas presentes pra ensinar ao bebê quem elas são. Pergunte-lhe “Onde está o papai?”, mostre o pai dizendo-lhe: “Este é o papai!”
- Diga para o bebê, na hora da comida, o nome das coisas que o cercam, mostrando-as. “Maçã”, “ovo”, “copo” etc. Ele não vai repeti-las e isso não tem importância. Pronuncie certo o nome dos objetos. Diga sapato e não “papato”. Não se esqueça de mostrar o objeto quando o nomear para que ao dizer-lhe “maçã”, o bebê saiba o que está falando.


FAIXA ETÁRIA - 08 MESES

No lugar em que o bebê passa a maior parte do dia:
- há objetos de vários tamanhos para segurar?
- há objetos de vários materiais? (leves, ásperos, duros, moles, peludos).
- há objetos que fazem ruídos diferentes?
- há objetos de cores diferentes? (vermelho, verde, amarelo, azul)

Entre as horas de alimentação
- Guarde numa caixa ou numa bolsa (nunca de plástico) as coisas que lhe servem de brinquedo.
- Agora ele gostará de ter objetos que possa colocar uns dentro de outros. Não dê a ele objetos pequenos que possa engulir.
- Faça alguns furos na tampa de uma caixa de sapatos. Junte a tampa com a caixa e amarre bem. Ficará como um cofre onde a criança pode guardar o que desejar.
- Um bom exercício será discar um telefone. O importante é que possa girar o disco, colocando o dedo nos buracos.
- Se em casa houver outras pessoas além da mãe do bebê, elas devem levá-lo para passear todos os dias; assim ele se acostumará com outras pessoas, verá coisas novas, ouvirá novos ruído, tomará ar fresco, etc.
- O pai, os avós ou os irmãos, também, podem cooperar com o desenvolvimento da criança cantando para ela uma canção acompanhada de gestos que ela possa imitar: bater palmas, levantar as mãos, dar adeus, etc.

Enquanto troca a fralda ou dá banho no bebê
- Ponha o bebê, algum tempo, em cima da cama, se possível nu ou com pouca roupa. Deixe que ele se movimente da maneira que quiser. Siga as mesmas indicações feitas para o mês anterior.

Entre as horas de alimentação.
- No comércio existe um brinquedo que é muito bom para esta idade. Consiste numa vara na qual podem ser enfiadas argolas de diversos tamanhos. Existe em plástico e em madeira..

Quando alimenta o bebê
- O bebê precisa aprender o nome das coisas que vê. Para ajudá-lo, mostre uma por uma e diga os nomes: “pão”, “maçã”, etc. Use a palavra correta e bem pronunciada. É importante que você destaque bem e mostre claramente o objeto que está dizendo o nome. Se você diz “colher” é a sopa, a boca, engolir ou a colher. Embora ele ainda não possa repetir o que você diz, vai se familiarizando com o nome das coisas.
- Se a criança come bem, então poderá “curtir”, conversando com ela (mesmo que não a entenda), cantando, sorrindo e ela vai se dar conta de todas as coisas que aprendeu: beber água no copo, comer com a colher, repetir sons, etc.


FAIXA ETÁRIA – 09 MESES

Quando alimenta o bebê
- A criança deve ir sendo acostumada a fazer certas atividades sozinha: segurar a colher, o copo, etc.
- Dê a ela um pedaço de pão ou banana para que coma sozinha.
- É importante que você fale com ela, diga o nome das coisas, a premie quando progride.

Enquanto troca a fralda ou dá banho no bebê
- Aproveite a mudança das fraldas e a hora do banho para fazer com ele atividades que são importantes e que já ensinamos anteriormente.

A seguir novas sugestões:
- Sente o bebê na cama e fique em frente a ele. Segure-o pelos dois pés e vá levantando-os devagar. O bebê irá perdendo o equilíbrio e fará esforço para se manter sentado. Finalmente cairá de costas. Este exercício pode ser uma brincadeira se você, enquanto está fazendo, sorrir, conversar com ele e o tratar carinhosamente.
- Sente o bebê novamente na cama e vá empurrando-o lentamente, para derrubá-lo de um lado e depois do outro.


FAIXA ETÁRIA - 10 MESES

Enquanto troca a fralda ou dá banho no bebê
- Lembre-se que a hora de mudar as fraldas é o momento mais adequado para que faça um pouco de ginástica. É melhor que fique nu uns minutos. Deixe-o brincar livremente com o corpo dele, pedalar, chutar, virar, segurar os pés, tocar os genitais, bater na barriga, olhar as mãos, sentar, engatinhar. É muito importante a criança conhecer o seu corpo; senti-lo, tocá-lo, vê-lo.
- Lembre-se também que é bom que aprenda como se chamam as partes de seu corpo. A medida que as toque, vá dizendo os nomes: “mão”, “a outra mão”, “pé”, “o outro pé”.

Quando alimenta o bebê
- Coloque migalhas de pão sobre a mesa e estimule a criança para que as pegue com os dedos.
- Mostre a mamadeira e espere que a criança estique os braços para alcançá-la.
- Estenda a sua mão e peça à criança que lhe entregue alguma coisa que ela esteja segurando: “me dá a mamadeira”, “me dá a colher”, “muito bem”, “muito obrigada”, etc.
- Ponha o prato de comida em frente à criança coberto com algo(tampa de panela) e estimule a criança a que a destampe.
- Envolva a colher da criança num guardanapo ou papel; dê a ela para que a desembrulhe.

Entre as horas de alimentação
- Favoreça e premie todas as tentativas da criança de ficar em pé e andar. Podemos ajudá-la, segurando suas mãos ou debaixo dos seus braços se ainda não tem firmeza, ou deixando-a apoiar-se nas cadeiras ou nos móveis.
- Deixe que engatinhe e vá de um lugar a outro. Se ela não o faz sozinha, coloque-a de bruços no chão com algum brinquedo diante dela, para estimulá-la a movimentar e alcançá-lo.
- Faça um rolo, do feitio de um tubo, com um cobertor e coloque-o no chão. Ponha a criança na frente dele e, do outro lado, seu brinquedo favorito. Deixe que ela tente passar por cima do rolo para buscar o brinquedo. Ajude-o um pouco, se for necessário.
- Escolha um objeto que a criança goste e amarre um barbante; depois mostre, como puxando o barbante, o objeto se movimenta. Os barbantes devem ser curtos para evitar acidentes (se são compridos as crianças se enrolam e se machucam ao puxá-los).
- Esconda diante da criança um objeto dentro de uma caixa ou de uma lata; estimule a criança a procurá-lo; pode ser uma chupeta ou qualquer coisa de interesse à criança.
- Fabrique um cofre com uma caixa de sapatos. Faça uma abertura estreita pela qual possam passar alguns objetos.
- Brinque com as mãos do bebê (bater palmas).
- Faça movimentos que a criança já saiba e faça com que ela os imite; por exemplo. Se ela já sabe franzir o nariz, franza o seu e elogie se ela a imita. Além desses você pode mostrar a língua, levantar as mãos, ou repetir sons, etc.
- Lembre-se que a criança não deve ficar sozinha muito tempo durante o dia. Deixe-a num lugar onde possa presenciar as atividades da mãe ou outras pessoas da família, por exemplo: que veja e escute a mãe quando lava a louça, quando lava a roupa, quando prepara a comida, quando faz as camas, etc.


FAIXA ETÁRIA – 11 MESES

Enquanto troca a fralda ou dá banho no bebê
- É bom aproveitar estes momentos para que a criança faça ginástica, se mova livremente.
- Aprenderá muitas coisas novas se brincar um pouco na água com alguns objetos.
- Que o momento da troca de fraldas é uma oportunidade muito boa para lhe fazer carinho, sorrir e falar com ela.
- Peça a cooperação da criança na hora de vesti-la. Fale com ela enquanto o faz: “levante as pernas”, “sente”, “ponha a mão aqui”, “levante-se”, etc.

Durante as refeições
- Se está esperando que a mamadeira esfrie ou quando se esquenta a sopa, pode aproveitar para fazer exercícios com os dedos. Apontando um por um, começando do menor, vá dizendo: dedo mindinho, seu vizinho, etc.
- A criança deve começar a comer sozinha com a colher. Deixe que vá aprendendo, aproveitando quando lhe der comida seca, purê, etc.
- Peça a ela que lhe dê os objetos que está usando: “me dá a colher”, “me dá o copo”, etc. Quando lhe der a ordem mostre o que quer que ela faça.
- Ensine a criança a expressar diversos sentimentos com gestos, quando houver oportunidade. Se ela espernear e tocar em você faça como se chorasse, pondo as mãos nos olhos. Se a criança descobrir um objeto e lhe trouxer você pode fazer gestos de surpresa, como o levantar as mãos dizendo “oh”. O mesmo você pode fazer com expressões de alegria, dor, susto, etc.
- Lembre que é importante a criança conhecer outras pessoas, veja diversos rostos, ouça vozes diferentes. Peça ao pai ou um irmão, ou a outra pessoa que não seja totalmente estranha à criança, que lhe dê comida de vez em quando.

Entre as horas de alimentação
- Dê a criança um copo plástico inquebrável, colocando-o em suas mãos de maneira adequada. Depois de aprender, coloque dentro algum líquido de que goste, em pouca quantidade. Se ela não sabe ainda levar o copo à boca, pegue um e faça para que ela a imite. Aumente a quantidade de líquido à medida que ela aprenda a segurar o copo com segurança e a não derramá-lo. Não se esqueça de premiá-la (dê-lhe um beijo ou diga “muito bem” quando conseguir).
- Se ela fica no cercado acompanhe o ritmo de uma música (rádio ou sua voz) batendo palmas ou num tambor (com uma colher de pau numa panela).
- Não deixe o bebê muito tempo na cama, no cercado ou no carrinho, porque agora precisa exercitar-se para andar.
- Faça todo o possível para que seu filho vá todos os dias à rua, para passear um pouco.
- Podemos fazer muitos brinquedos com jornal. Pode ser um gorro, ponha na cabeça do bebê e deixe que ele o tire. Numa outra folha de jornal faça um buraco para que fique um poncho. Deixe-o brincar com papel para que rasgue e o amasse. Faça uma bola com papel enrugado, jogue para ele, e se ele a imita, demonstre alegria. Não deixe seu filho sozinho com papel ou restos dele. Retire tudo para que não os chupe ou engula. CUIDADO para que não se engasgue.
- Com um cobertor faça um rolo de maneira que fique o mais duro possível, mantenha o bebê em cima. Deixe-o fazer os movimentos que quiser, só amparando-o quando for preciso.
- Com estes exercícios, seu bebê será estimulado brincando e não pulará etapas fundamentais ao seu desenvolvimento.

BIBLIOGRAFIA:
- O Despertar do Bebê – Janine Lévy
(práticas de educação psicomotora)
Ed. Martins Fontes

Fonte: http://www.opoderenergeticodavoz.fnd.br/estilmula%E7%E3o.htm

2 comentários:

  1. Adooreeeeeiiiii!!!!!! Amiga, muito legal, anotei as dicas e até já estou testando com o FH hehehehe
    Amo você!
    Beijos!!!!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...