quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Quando o bebê tem cólicas - By Roberta Groba

Para as mamães que estão iniciando essa jornada difícil de enfrentar as cólicas do seu bebê!!!

O recém nascido não tem o intestino funcionando perfeitamente e não consegue eliminar os gases que se acumulam em seu interior. Além de engolirem ar quando mamam ou usam chupeta. Ao sentir cólicas o bebê chora muito, de forma prolongada e sem motivo aparente. Mais de um terço dos bebês, meninos ou meninas, têm cólicas. As mesmas cessam após o 3º ou 4º mês de vida do bebê.
Nas primeiras semanas de vida, o bebê com cólica chora alto e por longos períodos; e geralmente piora no final da tarde ou início da noite. As crises podem ser estender por horas seguidas. O bebê levanta as pernas e a cabeça, ficando com o rosto vermelho e pode eliminar gases. Pode também recusar alimentos ou começar a chorar após ingeri-los.
Os bebês que sofrem de cólicas crescem e ganham peso normalmente. E embora as cólicas sejam muito estressantes e frustrantes para os pais não prejudicam o bebê.
Para ajudar a aliviar os sintomas algumas dicas são importantes:

  • primeiramente procure manter a calma, o bebê pode sentir seu stress e isso não irá ajudá-lo,
  • caso seja preciso não se acanhe em pedir ajuda de familiares, amigos ou profissionais para darem suporte,
  • pode ser necessário envolver seu beb~e em uma manta para aconchegá-lo, mas não faça isso se estiver muito calor,
  • pode tentar usar uma pequena bolsa de água quente na barriguinha do bebê,
  • tente colocar a barrigado bebê em contato com a sua, recordando-lhe o período intra-uterino,
  • embale o bebe em um suporte, carrinho ou cadeira de balanço, ande com ele dentro e fora de casa,
  • massageie levemente o abdomen do bebê, utilizando um creme ou óleo neutro, para que suas mãos deslizem melhor. Faça movimentos no sentido horário, pois auxiliam na liberação dos gases. Em seguida faça movimentos de pedalar e levante e abaixe as perninhas do bebê,
  • coloque uma das mãos na base do peito e deslize em direção ao ventre como se estivesse esvaziando a barriga do bebê. Repita várias vezes alternando o movimento com a outra mão. Depois, com a mão esquerda segure os pés erguidos e com o ante braço direito vá deslizando desde o peito até o ventre,
  • não interrompa a amamentação no peito. O leite materno não é a causa da cólica. Os bebês amamentados ao seio apresentam uma incidência menor de cólicas do que os que usam mamadeiras e chupetas. Pode ser necessário alterar a dieta da mamãe que amamenta, cortando alimentos como chocolate, leite de vaca, café, chá, ovos, feijão, repolho, brócolis, couve-flor,etc...,
O pediatra pode receitar medicamentos específicos que além de aliviar as cólicas estimulam a eliminação dos gases melhorando o desconforto do bebê.
É útil manter anotações diárias para auxiliar a valiação do pediatra. Anote, por exemplo, quais os alimentos ingeridos, quantas vezes e em quais horários o bebê mamou, quantas horas de sono ele teve, além dos hábitos intestinais.

Espero que possa ajudar as novas mamães de alguma forma!!!

3 comentários:

  1. adorei as dicas. Tomara que minha Camilinha nao tenha colica, mas se tiver, com certeza nos ajudou e muito!!! obrigada querida! um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Roberta, não tem nada pior do que ver seu bebezinho sofrendo com cólicas né? Ai, graças a Deus o Francisco Henrique não anda tendo mais, eu sofria até quando ele tinha. Obrigada pelas dicas. Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...