sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Nasceu meu menininho!!!! - by Aline Martins

Estava devendo para vocês, leitoras do nosso bloguinho, o relato do parto do Francisco Henrique. Tentei torná-lo o mais emocionante possível, apesar de ter sido cesárea, e não parto normal, como eu queria inicialmente. Espero que gostem.

Na segunda as coisas chegaram a tardinha e eu montei o quarto e tirei as fotos, mas eu ainda estava muito ruim da gripe e resolvi deitar. A noite, por volta das 21h30min, fui no banheiro fazer e xixi e fiz demais. Achei meio estranho, mas deixei pra lá, voltei pro quarto, deitei e tossi e saiu mais água. Molhei a calcinha completamente. Aí corri no banheiro e saiu mais água. Aí eu pensei: acho que minha bolsa estourou. Eu não sentia nada, absolutamente nada mesmo, só a barriga ficando dura, mas isso já tinha dias que estava assim. Nisso eu liguei pro meu marido e perguntei se ele ia demorar pra chegar em casa, ele disse que já estava vindo embora e eu falei então tá. E não contei pra ele, pois ele já ia chegar mesmo. Aí ele me liga da farmácia, eu tinha pedido pra ele trazer um tilenol pra mim, pra eu dormir e melhorar da gripe. Eu falei pra ele, larga o tilenol e vem embora, não preciso mais disso não. E ele veio embora sem nem desconfiar do que estava acontecendo hehehe

Quando ele chegou em casa, eu falei: amor, eu acho que o Francisco Henrique vai nascer amanhã. Pra mim, que mesmo estourando a bolsa, eu tinha que sentir dores, então eu achei que ia demorar muito, porque eu não estava sentindo nada ainda. Ele falou: por que você acha isso? Eu falei: porque minha bolsa estourou. Aí ele perguntou: mas você está sentindo alguma coisa? Eu falei: não. Ele: então não vai nascer. Liga pro médico. Mas eu fiquei meio com vergonha de ligar, porque isso já era mais de 10h da noite, estava tarde e eu achei mesmo que ele só ia nascer no outro dia de manhã. Aí resolvi tomar um banho, pra melhorar do mal estar da gripe e dormir. E aí me atentei pro fato de que durante o dia todo o Francisco Henrique não havia mexido nada. E até aquela hora ele não tinha mexido mesmo, nadinha. Cutuquei minha barriga e nada dele mexer. Aí eu fiquei preocupada. Resolvi ligar pro médico, expliquei a situação e ele me mandou ir pro hospital pra ele me examinar. Isso já era 11h da noite. Peguei as malinhas, as lembrancinhas, a máquina fotográfica, a filmadora e pus tudo dentro do carro enquanto meu marido se arrumava. Quando ele viu as coisas no carro ele apavorou coitado kkkkkkkk

Aí chegando no hospital o médico ouviu o coraçãozinho do Francisco Henrique e ele estava com 160bpm. Achou muito, fez exame de toque e o colo estava fechadinho, nada de dilatação. Aí colocou o sonar, um aparelhinho que mede as contrações e os batimentos cardíacos do bebê. Monitorou por 45min e os batimentos sempre entre 165 e 170bpm. Ele estava com taquicardia fetal. Não tinha nada de contração e não sabíamos o porque dele estar já entrando naquele processo de sofrimento fetal. Aí o médico achou melhor fazer cesárea, porque os batimentos não normalizavam e eu já tinha perdido quase todo o liquido, a tendência era do quadro só piorar. Foi nessa hora que mandei mensagem pro celular de algumas das mamis, das que eu tinha o número salvo no celular. Aí ligamos pra família e eu entrei em internação. Da hora que eu mandei mensagem até a hora que ele nasceu foram 30min.

Ele nasceu às 00h35min, com 48cm e 2,500kg, muito cabeludinho e chorando bastante hehehe do começo do procedimento da cesárea até tirar o bebê da barriga são 5min. Juro, filmamos e é rápido assim. Quando o médico fala “nasceu”, é incrível, a gente se toma de uma emoção tão grande que não tem como não chorar. Eu e meu marido choramos até, ele mais ainda porque ele viu tudo. A gente não vê nada na hora, fica uma cortina tampando, a gente só sente tudo acontecendo porque não é anestesia geral.
Aí meu marido me largou e foi atrás da pediatra com o Francisco Henrique e foi ele quem pegou e trouxe pra eu vê-lo pela primeira vez. Também foi ele que levou pro quarto e mostrou pra família que já estava lá me esperando. Só de contar isso aqui eu já choro de novo de emoção hehehe

Enfim, foi um momento muito lindo. Me levaram pro quarto, e eu e meu marido nem dormimos direito a noite, só olhando pra ele. Meu marido está até bobo de tão feliz. No dia seguinte recebi flores dele, lindas. Uma amiga e minhas companheiras de evangelização infantil também me mandaram flores. A Lu passou o dia comigo me fazendo companhia, foi ela que contou pra vocês no efamily e também que pôs as fotos no meu Orkut pra mim hehehe.


É isso. Espero que esse momento compartilhado com todas vocês seja repetido no parto de todas. Que todas sintam a mesma emoção e alegria que eu senti com meu bebezinho nos braços, afinal, nós merecemos!
Beijos!!!!!

2 comentários:

  1. Aline, Francisquinho é lindo demais! Parabens por este bebe tão saudável!!

    ResponderExcluir
  2. Foi um dos momentos mais emocionantes da minha vida. Ser titia e dinda desse bebezinho lindo é mais que um sonho pra mim!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...